Topo

Entretenimento


Como Jon Favreau virou peça fundamental do universo criativo da Disney

O diretor Jon Favreau - REUTERS/Mario Anzuoni
O diretor Jon Favreau Imagem: REUTERS/Mario Anzuoni

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

22/07/2019 04h00

Jon Favreau acabou de dirigir O Rei Leão, mas nos últimos 11 anos ele esteve presente como diretor ou produtor em Homem de Ferro, Homem de Ferro 2, Vingadores, Mogli, o Menino Lobo e The Mandalorian (a série do universo Star Wars).

Quem vê o braço direito da Disney colhendo bilheterias gigantescas e sendo um dos protagonistas criativos do estúdio, talvez não se lembre do começo dele em Hollywood como ator e roteirista de filmes menores de comédia, como Swingers: Curtindo a Noite (1996) e Crime Desorganizado (2001). Ou mesmo como Pete Becker, o namorado playboy de Monica, na série Friends.

Antes de chegar a uma das importantes cadeiras da Disney, Favreau fez seu primeiro contato com produtores da Marvel em 2003 (seis anos antes de os dois estúdios se unirem), quando interpretou Franklin "Foggy" Nelson em Demolidor - o Homem sem Medo. Um papel sem muito destaque, mas que colocou seu nome para circular. Anos depois, em 2006, a Marvel procurava um diretor para o primeiro filme do Homem de Ferro. O produtor Avi Arad, que tinha trabalhado com Favreau em Demolidor, foi quem cantou a bola sobre ele assumir o projeto.

Favreau era considerado um diretor promissor: esteve por trás de Um Duende em Nova York (2003), um filme de ação com comédia, e Zathura: Uma Aventura Espacial (2005), que passeava entre ação, fantasia e humor. Essa experiência foi o combustível para que o produtor e presidente da Marvel Studios, Kevin Feige, o escolhesse para comandar o primeiro filme do Homem de Ferro, um herói playboy, irônico e que derrotava seus inimigos graças a uma armadura tecnológica.

A Marvel queria um diretor que soubesse focar na história. Ser um nome conhecido em Hollywood não era um pré-requisito naquele momento. Tanto que o próprio Jon Favreau define o desenvolvimento de Homem de Ferro como o de um filme independente.

Leia a reportagem completa sobre Jon Favreau.

Entretenimento