Topo

Filmes e séries


Emmy 2019: Quais são e onde assistir às séries indicadas

Peter Dinklage em cena do episódio final de Game of Thrones - Divulgação
Peter Dinklage em cena do episódio final de Game of Thrones Imagem: Divulgação

Caio Coletti

Do UOL, em São Paulo

16/07/2019 17h00

Os indicados à maior premiação da TV norte-americana foram revelados hoje. O Emmy 2019, cuja cerimônia acontece em 22 de setembro, trouxe indicações para séries de grande destaque, como Game of Thrones, mas nem todos os títulos são tão conhecidos do público.

Para te ajudar a decidir qual será sua próxima maratona, o UOL listou abaixo todas as séries indicadas às três principais categorias do Emmy -- melhor série dramática, melhor série cômica e melhor minissérie (ou série limitada, no termo usado pela premiação).

Além disso, indicamos se elas estão disponíveis para ver em serviços de streaming no Brasil. Confira:

Sandra Oh em cena da segunda temporada de Killing Eve - Divulgação/IMDb
Sandra Oh em cena da segunda temporada de Killing Eve
Imagem: Divulgação/IMDb

Os dramas

Game of Thrones: A série bateu recorde ao receber 32 indicações no Emmy 2019. O épico criado por David Benioff e D.B. Weiss, inspirado pela obra de fantasia de George R.R. Martin, finalizou este ano a sua história da disputa de poder entre várias famílias no continente ficcional de Westeros, que ainda é povoado por criaturas sobrenaturais, como dragões e zumbis. Disponível na HBO Go.

Succession: Se histórias de famílias poderosas e problemáticas te atraem, é uma boa ideia começar a assistir Succession. A série segue a família Roy, encabeçada por Logan Roy (Brian Cox), o chefe de um dos maiores conglomerados de mídia do mundo. Impiedoso, e cercado por parentes interesseiros, ele faz de tudo para proteger o seu legado. Disponível na HBO Go.

Killing Eve: Em sua segunda temporada, este suspense criado por Phoebe Waller-Bridge (cujo nome vai voltar a aparecer nessa lista, na categoria de comédia, por conta de Fleabag) acompanha uma agente secreta (Sandra Oh) que persegue uma assassina em série (Jodie Comer, também indicada), ao mesmo tempo em que tenta manejar uma obsessão nada saudável por ela. Disponível no Globoplay.

Better Call Saul: No ar desde 2015, este spin-off de Breaking Bad conta as desventuras do advogado Jimmy McGill (Bob Odenkirk, também indicado) antes de se tornar a figura misteriosa que conhecemos como Saul Goodman na série original. Todas as quatro temporadas da série até hoje foram indicadas ao Emmy da categoria, mas Better Call Saul nunca levou o troféu. Disponível na Netflix.

Segurança em Jogo: Essa produção britânica conquistou público ao redor do mundo contando a história cheia de reviravoltas de David Budd (Richard Madden), um veterano de guerra que é contratado para proteger Julia Montague (Keeley Hawes), poderosa oficial do governo que defende políticas que ele despreza. Disponível na Netflix.

Ozark: Este engenhoso suspense, que já está em sua segunda temporada, aborda a história de Marty Byrde (Jason Bateman, também indicado), um escorregadio empresário norte-americano que, ao se ver em apuros com um poderoso traficante de drogas, promete lavar o dinheiro do cartel na região dos EUA que dá o título à série. Ele e sua mulher, Wendy (Laura Linney, também indicada), se mudam para lá, e as falcatruas começam. Disponível na Netflix.

Pose: Ryan Murphy (Glee, American Horror Story) ajudou a produzir essa série que aborda a cena LGBTQ+ de Nova York durante os anos 1980, centrando na vida de Blanca (Mj Rodriguez) e outras mulheres transgênero negras que dominavam o cenário dos "ballrooms", grandes eventos de cultua pop dessa época. Billy Porter, também indicado, vive o extravagante mestre de cerimônias Pray Tell. Disponível no Fox Play.

This is Us: Um dos maiores sucessos da atualidade na TV norte-americana, essa série acompanha os dramas da família Pearson, e especialmente dos irmãos Kate (Chrissy Metz), Kevin (Justin Hartley) e Randall (Sterling K. Brown, também indicado). Os pais do trio são Rebecca e Jack, vividos por Mandy Moore e Milo Ventimiglia (ambos indicados). Disponível no Amazon Prime Video e no Fox Play.

Julia Louis-Dreyfus em cena do episódio final de Veep - Divulgação/IMDb
Julia Louis-Dreyfus em cena do episódio final de Veep
Imagem: Divulgação/IMDb

As comédias

Veep: Estrelada por Julia Louis-Dreyfus, também indicada, a sátira política exibiu este ano a sua sétima e última temporada. Na trama, a comediante interpreta Selina Meyer, ex-senadora que começa a série se acostumando ao seu novo papel, o de vice-presidente dos EUA. Veep ganhou o Emmy de melhor série cômica em 2015, 2016 e 2017. Disponível na HBO Go.

Barry: Bill Hader, também indicado, vive um assassino de aluguel do interior dos EUA, que se muda para a movimentada Los Angeles e se envolve na bizarra cena do teatro amador da cidade. Essa premissa curiosa dá o tom de Barry, que mistura humor negro com uma exploração honesta da psicologia complicada de seu personagem principal. Disponível na HBO Go.

A Maravilhosa Sra. Maisel: A campeã da categoria no ano passado, quando Veep estava em hiato. Na série de Amy Sherman-Palladino (Gilmore Girls), acompanhamos a personagem título (Rachel Brosnahan, também indicada), que se separa do marido infiel e tenta engatar carreira de comediante stand-up em plenos anos 1950, quando mulheres não eram nem um pouco aceitas nesse ramo. Disponível na Amazon Prime Video.

Fleabag: A surpresa da lista de comédia no Emmy foi essa elogiada série britânica, criada e estrelada por Phoebe Waller-Bridge (também indicada). A segunda temporada, exibida este ano, foi também a última da produção. Tentando lidar com uma tragédia recente, a personagem principal conversa diretamente com o espectador enquanto tenta viver sua vida em Londres. Disponível na Amazon Prime Video.

The Good Place: Uma das comédias mais criativas da atualidade se passa no paraíso -- ou quase isso. The Good Place nos apresenta sua própria versão da vida após a morte, onde a protagonista Eleanor (Kristen Bell) é guiada pelo anjo Michael (Ted Danson, também indicado), mesmo enquanto guarda um grande segredo. A próxima temporada, a quarta da série, será a última. Disponível na Netflix.

Boneca Russa: Natasha Lyonne, também indicada, foi direto de Orange is the New Black para esta comédia com toques de ficção científica, que ela ajudou a criar. Na trama, ela vive Nadia, nova-iorquina que se vê presa em um "loop" temporal -- na noite do seu aniversário, ela encontra vários perigos e morre, sempre voltando no tempo e se vendo novamente viva a seguir. Disponível na Netflix.

Schitt's Creek: Esta comédia criada e estrelada por Eugene Levy (também indicado) e seu filho, Dan Levy, foi indicada pela primeira vez em sua quinta e penúltima temporada. Na trama, acompanhamos a família Rose, que já foi extremamente rica, mas perdeu tudo inesperadamente. É quando eles precisam largar uma vida de privilégios para morar na cidade do interior que batiza a série. Não disponível no Brasil.

Cena da minissérie Chernobyl - Reprodução
Cena da minissérie Chernobyl
Imagem: Reprodução

As minisséries

Chernobyl: Esta produção em cinco episódios, que fez muito sucesso quando foi lançada, tenta desenterrar a verdadeira história por trás de um dos maiores desastres nucleares da história, ocorrido na usina de Chernobyl, na então União Soviética, em 1986. A série dominou as indicações da categoria, sendo lembrada nada menos do que 19 vezes. Disponível na HBO Go.

Sharp Objects: Com nomes de peso como Amy Adams e Patricia Clarkson (ambas indicadas) no elenco, Sharp Ojects é uma adaptação do livro Objetos Cortantes, de Gillian Flynn (a autora de Garota Exemplar). Na trama, a repórter Camille (Adams) volta para sua cidade natal, onde precisa confrontar traumas enquanto investiga um violento assassinato. Disponível na HBO Go.

Olhos Que Condenam: A diretora Ava DuVernay (Selma) aborda um dos casos de injustiça mais famosos dos EUA, quando cinco jovens negros e pardos foram condenados por um estupro que não cometeram, em Nova York, nos anos 1980. Atores como Jharrel Jerome, Michael K. Williams, Niecy Nash e Vera Farmiga também foram lembrados com indicações em suas categorias. Disponível na Netflix.

Escape at Dannemora: Outra minissérie inspirada em uma história real, dessa vez dirigida por Ben Stiller (Zoolander). A história acompanha a ousada fuga de Richard Matt (Benicio Del Toro) e David Sweat (Paul Dano) de uma prisão localizada no interior do estado de Nova York, nos EUA, ajudados pela funcionária Tilly Mitchell (Patricia Arquette). Os três atores centrais foram indicados por suas performances. Não disponível no Brasil.

Fosse/Verdon: Sam Rockwell e Michelle Williams, ambos indicados, vivem um dos casais mais poderosos do showbusiness norte-americano. Bob Fosse e Gwen Verdon criaram clássicos do teatro e do cinema musical, como Chicago e Cabaret, e tiveram um relacionamento conturbado que atravessou décadas. Não disponível no Brasil.

Filmes e séries