Topo

Stranger Things


Após críticas a Stranger Things, Netflix vai diminuir cenas com cigarro em séries

Hooper (David Harbour) aparece fumando em Stranger Things - Divulgação/Variety
Hooper (David Harbour) aparece fumando em Stranger Things Imagem: Divulgação/Variety

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

03/07/2019 14h56

A Netflix prometeu diminuir as incidências de tabagismo em suas séries e filmes originais após o lançamento de um relatório mostrando que algumas das produções mais populares do serviço entre jovens e crianças, como Stranger Things, também eram as que mais mostravam personagens fumando.

Segundo a Variety, o levantamento encomendado pelo grupo antitabagista Truth Iniciative encontrou 262 cenas, na segunda temporada de Stranger Things, em que personagens eram vistos fumando. No primeiro ano, o número tinha sido 182.

Em resposta, o serviço de streaming disse que vai vetar esse tipo de cena de qualquer produção classificada como livre para maiores de 14 anos. A única exceção será quando o tabagismo for incluído "por motivos de precisão histórica".

Mesmo os projetos com classificação indicativa maior terão que passar por um crivo mais rígido em relação às cenas mostrando o cigarro. Elas serão permitidas apenas quando são "essenciais para visão artística do criador, ou para a definição do personagem (histórica ou culturalmente importante)".

"A Netflix apoia fortemente a expressão artística, mas também reconhece que o cigarro prejudica a saúde e, quando retratado positivamente, pode influenciar jovens da forma errada", comentou a plataforma em comunicado oficial.

O levantamento, que também cita séries como Unbreakable Kimmy Schmidt e Orange is the New Black como as que mais mostram cenas com personagens fumando, foi lançado para coincidir com a chegada da terceira temporada de Stranger Things, na quinta-feira (4).

Stranger Things