Topo

Geek


Com versão estendida, Vingadores: Ultimato se aproxima de Avatar nas bilheterias

Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen) e outros heróis se preparam para a ação em Vingadores: Ultimato - Reprodução
Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen) e outros heróis se preparam para a ação em Vingadores: Ultimato
Imagem: Reprodução

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

30/06/2019 12h37

A jornada de Vingadores: Ultimato para ultrapassar Avatar nas bilheterias, e se tornar o filme que mais arrecadou na história do cinema, continua. O projeto da Marvel, que voltou às salas com uma versão estendida de seis minutos de cenas extras, arrecadou neste fim de semana mais US$ 5,5 milhões para seus cofres e chegou a um acumulado de US$ 2,761 bilhões contra os US$ 2,788 bilhões do longa de James Cameron, que ainda se mantém na liderança.

As novidades do relançamento incluem uma introdução especial do diretor Anthony Russo, uma cena deletada do Hulk, homenagem a Stan Lee e uma prévia de Homem-Aranha: Longe de Casa, que chega aos cinemas no dia 4 de julho.

O filme mais recente da Marvel já conquistou feitos impressionantes: foi o mais rápido a chegar a US$ 1 bilhão; precisou de apenas 11 dias para passar dos US$ 2 bilhões; é a segunda maior bilheteria na história dos Estados Unidos; maior bilheteria da China; e maior estreia mundial.

Fora das bilheterias, "Vingadores: Ultimato" recebeu elogios de críticos e fãs.

No site Rotten Tomatoes, o maior agregador de críticas da internet, o filme aparece com 95% de aprovação pelos especialistas e 89% pelo público em geral. No Universo Cinematográfico da Marvel (MCU), apenas "Pantera Negra" conseguiu mais avaliações positivas, com 97%.

Trailer de "Vingadores: Ultimato"

UOL Entretenimento