Topo

SP: Projeto de lei quer transformar data da morte de Andre Matos em dia do metal

Andre Matos, fundador do Angra e Shaman, morreu aos 47 anos - Reprodução
Andre Matos, fundador do Angra e Shaman, morreu aos 47 anos Imagem: Reprodução

Osmar Portilho

Do UOL, em São Paulo

14/06/2019 17h34

O vereador Quito Formiga (PSDB) protocolou na última terça-feira (11) o projeto de lei 400/2019, onde propõe que o calendário oficial da cidade de São Paulo assuma a data de 8 de junho como Dia do Heavy Metal em homenagem ao vocalista Andre Matos, morto no último sábado (8) em decorrência de um infarto, aos 47 anos.

Na justificativa, o vereador ressalta que todas as bandas do vocalista - Viper, Angra e Shaman - eram de São Paulo e levaram o "heavy metal ao prestígio internacional".

O projeto vai, agora, tramitar pelas comissões da Câmara Municipal de São Paulo até a votação pelos vereadores.

Fãs de Andre têm se mobilizaram para que a data da morte do vocalista vire o Dia Nacional do Metal no Brasil. Uma petição online no site Avaaz, maior plataforma do gênero no mundo, conseguiu 12 mil assinaturas nas primeiras horas e agora já conta com mais de 37 mil apoiadores.

Andre Matos vinha se apresentando com o Shaman, numa reunião com o grupo, e tinha carreira solo. De acordo com o empresário Paulo Baron, da Top Link, com quem trabalhou por anos, Matos chegou a dizer na última semana que tinha intenção de se reunir com o Angra, após mais de duas décadas separados.

Familiares de Andre Matos falam sobre a morte do cantor

UOL Entretenimento

Rock