PUBLICIDADE
Topo

Brad Pitt exige que grupo pare de usá-lo como símbolo da "parada hétero", diz site

Brad Pitt - Chung Sung-Jun/Getty Images
Brad Pitt Imagem: Chung Sung-Jun/Getty Images

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

07/06/2019 09h18

Brad Pitt não quer saber do seu nome e do seu rosto vinculado à "parada do orgulho heterossexual" que um grupo está organizando em Boston (EUA). Segundo o TMZ, representantes do ator ameaçaram processar as pessoas por trás do evento caso imagens do ator não sejam retiradas do site oficial.

O grupo elegeu Pitt como seu "mascote", uma espécie de símbolo do "movimento" por trás do desfile. Na página do evento, podemos ver o nome do ator e uma montagem em que ele é disputado por suas duas ex-mulheres, Angelina Jolie e Jennifer Aniston.

"A comunidade heterossexual adotou Brad Pitt como o nosso mascote! Parabéns ao Sr. Pitt por ser o rosto deste importante movimento social. Direitos heterossexuais são direitos humanos!", diz a página.

O evento, que por enquanto está marcado para 10 de agosto e deve percorrer um trajeto semelhante ao da parada do orgulho LGBTQ+ de Boston, foi criticado por outra celebridade recentemente: Chris Evans, intérprete do Capitão América e nativo da cidade norte-americana, tuitou sobre o assunto.