Topo

Após cortejo ao som de "Jenifer", Gabriel Diniz é enterrado em João Pessoa

Valéria Sinésio

Colaboração para o UOL, em João Pessoa

2019-05-28T17:45:11

28/05/2019 17h45

O corpo do cantor Gabriel Diniz foi enterrado hoje por volta das 17h no cemitério Parque das Acácias, no bairro José Américo, em João Pessoa.

O acesso ao cemitério foi restrito a amigos e familiares do músico. A família pediu esse momento privado após o velório que foi aberto ao público também na capital paraibana.

Gabriel morreu ontem, aos 28 anos, após o avião de pequeno porte em que viajava cair na região de Estância, em Sergipe.

Wesley Safadão se emociona e canta no velório de Gabriel Diniz

UOL Entretenimento

Após o velório no Ginásio Ronaldo Cunha Lima, conhecido popularmente como Ronaldão, o corpo de Gabriel Diniz seguiu em cortejo em carro do Corpo de Bombeiros pelas ruas de João Pessoa. Em vários momentos, GD foi aplaudido por populares.

O cortejo com o corpo do jovem cantor seguiu ao som de "Jenifer". O maior hit da carreira de Gabriel Diniz era cantado pelos fãs que acompanhavam o caminhão do Corpo de Bombeiros.

O clima era de tristeza, mas também de reconhecimento na cidade de João Pessoa onde moram os pais e a irmã do cantor.

Velório aberto ao público

O corpo chegou às cinco da manhã ao ginásio. O local fica no bairro do Cristo, onde ele morou por muitos anos em João Pessoa.

Em clima de muita comoção, fãs e amigos começaram a chegar muito cedo, por volta das 5h. No entanto, o velório foi aberto primeiro para amigos e familiares. Algumas estrelas da música passaram pelo ginásio, como Kauan, da dupla com Matheus, e Mano Walter, que também era bem próximo de GD.

Padre faz oração em velório de Gabriel Diniz em João Pessoa

UOL Entretenimento

A cerimônia foi aberta ao público às 8h. Os fãs fizeram filas para entrar e dar o último adeus ao cantor, muitos com faixas para prestar homenagens a ele.

Por volta das 10h20, uma grande roda foi feita para uma oração, na chegada de integrantes da produção e da banda do sertanejo, com diversas pessoas vestindo camisetas da produção de Gabriel. A reza foi encerrada com uma salva de palmas.

Por volta das 11h, de acordo os responsáveis pela organização da cerimônia, cerca de 9 mil pessoas haviam passado pelo velório.

Pouco antes das 14h, uma missa homenageou o cantor. O padre Sandro dos Santos iniciou a celebração rezando pela alma de Gabriel e lembrando que ele teve uma trajetória na igreja católica, em grupos de jovens. A cerimônia terminou às 15h30 em tom de emoção, com uma versão da música "Trem Bala", de Ana Vilela, interpretada pelo cantor.

Em entrevista para o "Bom Dia Brasil", o pai de Gabriel, Francisco Diniz, lamentou: "Esse momento é muito difícil. Às vezes você pensa que está sonhando, mas não está. Eu falo para os fãs que não se sintam tristes porque o Gabriel é a maior representatividade da alegria. Não me incomodo se as pessoas se manifestarem com alegria nesse momento. A gente tem que guardar as coisas boas que ele deixou."

Mais Sertanejo