Topo

Star Wars


J.J. Abrams fugiu da nostalgia em "Star Wars IX": "É sobre a nova geração"

Divulgação
Os heróis de "Star Wars IX: The Rise of Skywalker" se reúnem para um novo desafio Imagem: Divulgação

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

2019-05-23T09:22:36

23/05/2019 09h22

J.J. Abrams diz que o novo "Star Wars: A Ascensão Skywalker" será bem diferente da sua última investida na saga espacial, "O Despertar da Força" (2015). Enquanto o longa anterior era guiado pela nostalgia, Abrams tomou uma abordagem diferente para a nova obra.

"A Ascensão Skywalker", que chega aos cinemas em 19 de dezembro, "é sobre a nova geração, a geração mais nova, tendo que lidar com as dívidas do passado". Em entrevista para a revista "Vanity Fair", Abrams disse que se sentiu mais livre para criar sua própria obra neste novo filme.

"Trabalhando em 'O Despertar da Força', eu me sentia preso à 'Star Wars' que veio antes de mim, de uma forma interessante. Eu estava fazendo o meu melhor para criar um filme que fosse exatamente como 'Star Wars' deveria ser, na minha cabeça", comentou.

"No episódio IX, eu acabei abordando isso de forma diferente... Eu me senti como um rebelde. Eu me senti como se estivesse falando: 'F***-se, eu vou fazer o que eu sinto que é certo, não o que eu sinto que combina com o restante da saga'", disse ainda.

Abrams ainda nota que seus personagens, como Rey (Daisy Ridley), Finn (John Boyega) e Poe (Oscar Isaac), estão lidando com o que herdaram de bom e ruim do passado. "É a ideia que este grupo de jovens está enfrentando um mal inescapável. Eles estão prontos? O que eles aprenderam com o que veio antes?", disse.

"'A Ascensão Skywalker' é menos sobre a grandiosidade. É menos sobre a tentativa de restaurar uma era de ouro. É mais sobre preservar um senso de liberdade, sobre não se tornar um dos oprimidos", completou.