Topo

Star Wars


Peter Mayhew mudou conceito original do Chewbacca, diz George Lucas em homenagem

O ator Peter Mayhew, o primeiro Chewbacca de "Star Wars", na pré-estreia de "Han Solo: Uma História Star Wars", em maio de 2018 - Axelle/Bauer-Griffin/FilmMagic
O ator Peter Mayhew, o primeiro Chewbacca de "Star Wars", na pré-estreia de "Han Solo: Uma História Star Wars", em maio de 2018 Imagem: Axelle/Bauer-Griffin/FilmMagic

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

06/05/2019 18h07

O criador da saga "Star Wars", George Lucas, escreveu um tributo para o seu amigo Peter Mayhew, que interpretou Chewbacca em vários filmes da franquia e morreu na semana passada, aos 74 anos. O texto do cineasta foi publicado hoje pela revista "The Hollywood Reporter".

"Eu precisava de alguém muito, muito alto para interpretar um Wookie", começou Lucas (Mayhew tinha mais de 2,10 metros de altura). "Estávamos achando difícil encontrar alguém assim na Inglaterra, onde filmei a maioria dos meus longas. Eu disse: 'Isso é uma loucura, onde estão os jogadores de basquete?'. Mas, depois de muitos meses e tentativas, meu diretor de elenco disse: 'Achei um!'".

Lucas ainda se lembrou que Mayhew não era jogador de basquete, mas sim atendente de hospital em uma cidade do interior da Inglaterra. "Eu cheguei para a minha reunião com ele, e assim que ele se levantou, eu disse: 'O trabalho é seu'. Chamamos isso de escalação de mímicos, porque para personagens deste tipo, só queremos alguém que consiga controlar o seu corpo da forma certa", escreveu ainda.

O cineasta confessou que Mayhew usava sapatos de salto alto em suas primeiras cenas como Chewbacca, porque o personagem deveria ter ao menos 2,25 metros segundo o roteiro. "Ele aprendeu a fazer o rugido dos Wookies, mas no fim das contas tiramos a voz dele e usamos gravações de animais de verdade, era mais autêntico. No entanto, ele se apaixonou pelo personagem", contou Lucas.

"Então, quando 'Star Wars' ganhou fama, e ele começou a ir para mais festivais, Peter percebeu que conseguiria ganhar a vida só com suas aparições públicas em eventos deste tipo. Ele era um cara gentil, doce. Era fácil gostar dele. Ele era mais como um Wookie do que eu poderia imaginar", continuou.

"Originalmente, minha visão de Chewie era a de uma fera indomável, mas o personagem que Peter criou não era nada disso. Não importa o quanto ele tentasse, ele não conseguia ser uma fera. Ele era o cara que seria o seu melhor amigo até se enfurecer com você, e só daí ele te daria medo", definiu ainda.

"Ele era um gigante gentil. Era como os meus cachorros: Eles são ótimos, são fofos, são maravilhosos -- até que você tente tirar a comida deles", completou Lucas.

Star Wars