Topo

Game of Thrones


Ator do Rei da Noite estava pensando em bolo ao gravar "Game of Thrones"

O Rei da Noite (Vladimir "Furdo" Furdik) comanda o seu exército em "Game of Thrones" - Divulgação
O Rei da Noite (Vladimir 'Furdo' Furdik) comanda o seu exército em "Game of Thrones"
Imagem: Divulgação

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

01/05/2019 13h28

ATENÇÃO: ESTE TEXTO CONTÉM SPOILERS DE "GAME OF THRONES"

Por trás da pesada maquiagem do Rei da Noite, de "Game of Thrones", havia Vladimir Furdik. Um dublê de 48 anos, ele assumiu o papel na sexta temporada e o conservou até seu fim, no terceiro episódio da oitava e última temporada do seriado, que foi ao ar no último domingo. Em entrevista ao "Chicago Tribune", o eslovaco contou curiosidades de seu trabalho, entre elas que durante a gravação não parava de pensar em bolo.

Furdik é modesto e admite que precisou aprender muito antes da última temporada. "Não sou propriamente um ator. Os diretores me deram instruções sobre tudo que ia acontecer no set. Tudo o que fiz foi complicado", afirmou ele. Um dos detalhes era o caminhar do Rei da Noite.

"Me falaram: 'Não ande como um soldado. Não ande como um guerreiro. Você pode andar como se visse um bolo e quisesse esse bolo? Ande como se você estivesse ansioso pelo bolo'. Isso me ajudou bastante", revelou o eslovaco.

Reprodução/Instagram e Montagem/UOL
Imagem: Reprodução/Instagram e Montagem/UOL

"Ele me disse que nada seria mais assustador do que andar com o corpo 'largado', como se fosse: 'Isso é meu, vou pegar'. Foi bem complicado, por causa de todo aquele fogo, vento, fumaça, todos olhando para mim e eu tendo de ter um andar relaxado", adicionou Furdik, que gravou de 15 a 20 tomadas para que ele mexesse os braços corretamente. "Não é fácil ser ator. Ser dublê é mais fácil".

O eslovaco ainda comentou que não achou rápida demais a morte do personagem, por Arya. "Esse programa não é só sobre o Rei da Noite. Ele tem muitas outras histórias. Não me surpreendeu ele morrer no meio da oitava temporada. A série é sobre algo mais. Ele é parte da história."

E, sobre as intenções dele, deu sua opinião: "Acho que ele queria vingança. Um dia nós devemos ter a resposta exata para isso. Eu acho que ele não queria ser o Rei da Noite, mas virou. Acho que não era seu destino. Acho que ele procurava vingança."

Além da Muralha #3: Batalha surpreendeu e agora não sabemos o que esperar

UOL Entretenimento

As gravações como Rei da Noite exigiam de cinco a seis horas de maquiagem. Então, ele dormia e ouvia música e tentava ficar com a mente vazia. "Era como fazer ioga".

E ainda comento sobre algo curioso, a cor de seus olhos. "Meus olhos são engraçados. Se você olhar na luz normal, são meio verdes-amarronzados. Mas muitas vezes, quando me dão maquiagens escuras, de repente eles parecem azuis. Eu não entendo. Mas na maior parte da tempo, eles são marrom e verde.

Na entrevista ao jornal, o eslovaco contou que virou dublê por seu amor por cavalos. Ele gostava de cuidar dos animais e começou a fazer isso em sets de filmagem, até ser chamado para gravações. Uma coisa levou à outra, e ele acabou virando um dublê profissional.

Game of Thrones