Topo

Livros e HQs


Novo livro de E L James é detonado pela crítica: "Muito pior que '50 Tons'"

Neil Hall/Reuters
A escritora britânica E L James Imagem: Neil Hall/Reuters

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

2019-04-16T17:53:12

16/04/2019 17h53

"The Mister", o novo livro de E L James, chegou hoje às livrarias e lojas online em sua versão original, em inglês. E as primeiras críticas sobre o novo livro de E L James fora do universo de "50 Tons de Cinza" não pouparam a autora, apesar de seu reconhecido sucesso, inclusive com as adaptações no cinema.

"'The Mister' é muito pior do que '50 Tons'", diz o título da crítica que a jornalista Dana Schwartz assina para a revista Entertainment Weekly. Sem o principal elemento que tornou sua série anterior famosa, o masoquismo, o novo livro de E L James aposta em um romance mais morno.

"Já respondendo à principal pergunta: não há elementos de BDSM no livro (se você quiser saber, o casal nunca passa de nada mais pesado do que Maxim pegando Alexia por trás). Em vez disso, 'The Mister' é uma versão certinha de E L James para um romance. Não sobra nem espaço para os momentos engraçadinhos de Christian Grey da série '50 Tons'. 'The Mister' é banal e entediante", diz a crítica.

Dana segue criticando a falta de originalidade da autora ao juntar um playboy da alta sociedade a uma faxineira de origem humilde que veio da Albânia para tentar a vida em Londres, além de encontrar falhas na narrativa.

"Em certo momento, Alessia diz a Maxim que tudo o que ela sabe sobre a cultura americana é por que em sua casa tinha acesso à Netflix e HBO. Em seguida, ela fala que seu sonho de infância é conhecer o mar, já que a família dela era pobre demais para levá-la à praia. (Quem pode pagar por dois canais à cabo, mas não pode passar um dia na praia?). A descrição pobre de Alexia só reforça clichês infantis sobre mulheres do leste europeu."

Mensagem positiva

Reprodução/EW
Capa de "The Mister" Imagem: Reprodução/EW

Kat Brown, da iNews, também critica a narrativa de E L James, mas encontra ao menos um ponto positivo em "The Mister": em certo ponto do livro, a autora fala de sexo consentido (longe de sua antiga protagonista, forçada a experimentar práticas que não se sentia à vontade). "Você vai rir muito nesta leitura, mas não de um jeito bom. Mas pelo menos dá pra notar que James trabalhou duro para criar uma história que, curiosamente, tem muito a dizer sobre o consentimento sexual e os direitos das mulheres."

A crítica ainda admite que, apesar de ruim (ela deu duas estrelas para o livro), o novo romance de E L James vai vender tanto quanto seus antecessores. "'The Mister' - que nome! Tão ruim - certamente vai vender um zilhão de cópias. Mas pelo menos leva uma mensagem positiva em sua essência. "

O livro, que chegou hoje aos Estados Unidos e Europa, também já tem data de lançamento por aqui. Traduzido por quatro mulheres (são 432 páginas!) e batizado somente como "Mister", o novo livro de E L James chega em 7 de junho ao Brasil, pela editora Intrínseca.

Marcelinho lendo contos eróticos em: "Cinquenta Tons de Cinza"

UOL Entretenimento

Mais Livros e HQs