Topo

Game of Thrones


Jon Snow merece mais o Trono de Ferro do que Daenerys?

Daenerys (Emilia Clarke) e Jon Snow (Kit Harington) em cena da oitava temporada de "Game of Thrones" - Divulgação/HBO
Daenerys (Emilia Clarke) e Jon Snow (Kit Harington) em cena da oitava temporada de "Game of Thrones" Imagem: Divulgação/HBO

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo

15/04/2019 09h46

ATENÇÃO: O texto abaixo contém spoilers do primeiro episódio da oitava temporada de "Game of Thrones". Não leia se não quiser saber o que acontece.

Em "Game of Thrones", Jon Snow pode até ter demonstrado não ter pretensões ao Trono de Ferro, mas o fato é que ele é o legítimo herdeiro de Westeros.

Snow agora sabe que ele é o filho legítimo de Rhaegar Targaryen (herdeiro do trono antes de ser morto por Robert Baratheon) com Lyanna Stark. Até seu nome é outro: Aegon Targaryen. Por outro lado, ele prestou lealdade à Daenerys com sua rainha. Ela também é sua amante e irmã de seu pai, ou seja, sua tia.

A lei de sucessão de Westeros dá preferência de herança aos filhos homens mais velhos. Na falta deles, o trono vai para as mulheres. Portanto, antes de descobrirmos que Rhaegar teve um filho legítimo (Jon Snow), o trono deveria ser de Daenerys. Agora, não mais.

Além da Muralha #1: Podcast comenta tudo sobre a volta de "Game of Thrones"

UOL Entretenimento

Robert Baratheon tomou o Trono de Ferro de AerysTargaryen, o Rei Louco, após vencer a rebelião. Os três filhos de Robert, no entanto, não eram legítimos (e todos já estão mortos), pois foram frutos de incesto entre sua mulher Cersei Lannister com o irmão gêmeo Jaime Lannister. Os irmãos de Robert (Stannis e Renly) também morreram. Atualmente, Cersei ocupa o trono.

Voltamos ao Rei Louco. Ele teve três filhos: Rahegar, Viserys e Daenerys. Os dois primeiros morreram e Daenerys é a única que sobrou. Até agora.

Se o romance entre Jon Snow e Daenerys engrenar e eles tiverem filhos, as crianças se tornariam herdeiros legítimos ao trono também. Mas, vamos supor que o primeiro filho fosse do sexo feminino e o segundo masculino, então, o herdeiro seria o segundo filho.

Essa lei de sucessão é a mesma que foi utilizada por muitos países da Europa na época medieval. O Reino Unido, aliás, só acabou com essa lei de sucessão que privilegia o filho homem há menos de uma década.

Trono de Ferro aparece em São Paulo

UOL Entretenimento

Mais Game of Thrones