Topo

Game of Thrones


Roterista de "GoT" detalha momentos chave do 1º episódio da nova temporada

Jon Snow (Kit Harington) em cena da última temporada de "Game of Thrones" - Divulgação
Jon Snow (Kit Harington) em cena da última temporada de "Game of Thrones" Imagem: Divulgação

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

15/04/2019 10h21

ATENÇÃO: O texto abaixo contém spoilers do primeiro episódio da oitava temporada de "Game of Thrones". Não leia se não quiser saber o que acontece.

A Entertainment Weekly pediu ao roteirista Dave Hill para contar detalhes dos momentos mais marcantes do primeiro episódio da nova e derradeira temporada de "Game of Thrones".

A série iniciou sua despedida com um episódio cheio de encontros e reencontros decisivos que trouxeram o que ela sempre fez de melhor: intrigas palacianas e revelações impactantes.

Veja a seguir como ele explica alguns momentos chave à revista:

Além da Muralha #1: Podcast comenta tudo sobre a volta de "Game of Thrones"

UOL Entretenimento

Primeira cena

"Tínhamos a ideia de fazer uma cena pré-abertura, mas fazia muito mais sentido seguir com a tradicional abertura de 'Game of Thrones'. Muitas partes espelham o primeiro episódio da primeira temporada. Mas, em vez da chegada do rei [Robert Baratheon], temos a chegada da rainha. Agora temos orçamento e equipe para fazê-la com mais gente. Começamos com um menino órfão, para ter o ponto de vista dos plebeus, até a multidão comum vendo a coisa mais incrível que elas já viram, uma rainha da casa Targaryen que também tem dragões. Ninguém pode evitar admirá-la, por mais que ela seja temida. Eles têm uma nova monarca com monstros para lutar contra outros monstros."

O encontro de Sansa e Dany

"Sansa a enxerga como uma intrusa estrangeira. Ela acredita apenas em sua família e em mais ninguém. Do ponto de vista de Sansa, Jon foi se encontrar com uma rainha sulista cujo pai queimou o avô vivo e depois matou o tio dela e, de repente, Jon está aos pés de Dany. Ela também está deslumbrante, e o que isso tem a ver? Sansa começa essa temporada muito desconfiada e não muito próxima de Dany."

A reunião de Tyrion e Sansa

"Precisamos entender que o grande problema aqui é ela ter abandonado ele. Rola um clima estranho e, ainda que Tyron perceba o quão longe Sansa foi, ele também percebe que ela não é mais aquela garotinha assustada, que agora ela é uma jogadora."

A reunião de Arya e Jon

"Eles são os Starks que se conectaram lá no primeiro episódio da primeira temporada. Foi ele que a presenteou com a espada Agulha. Ele já sabia que ela tinha voltado na temporada passada, mas não podia fazer nada. Essas cenas são sempre interessantes e divertidas de se criar, mas também muito tensas, porque você quer fazer o que faz mais sentido para esses personagens, ao mesmo tempo em que você sabe que eles não diriam - "me diga o que aconteceu com você" porque seria entediante para todos. Você tem que transmitir emocionalmente uma informação sem ter que detalhar. Os primeiros dois episódios são mais difíceis, porque eles são mais limitados e ao mesmo tempo têm muitos personagens. É difícil roteirizar quando se tem 6 ou 7 personagens em um mesmo lugar e fazer com que todos apareçam naturalmente sem ter que escrever 10 páginas ou muitos 'recaps' simplesmente porque tem algumas coisas que alguns personagens ainda não sabem."

Jon descobrindo suas raízes

"Uma das coisas que Jon sempre se agarrou era de que, pelo menos, Ned Stark era seu pai - um homem incrível e honrado. Agora ele sabe que a mãe dele não é mais a mãe, o pai mentiu pra ele, e ele acaba sendo o que ele menos queria ser: herdeiro do trono de ferro e rival da mulher que ele ama."

Jaime Lannister chega a Winterfell e encontra Bran Stark

"Você está assistindo ao primeiro episódio da temporada e já se pergunta: Como é que isso vai acabar? É um soco no estômago que funciona muito bem. Eu já sabia que era uma cena que o Nikolaj Coster-Waldau (intérprete de Jaime Lannister) ia arrasar."

Trono de Ferro aparece em São Paulo

UOL Entretenimento

Mais Game of Thrones