Topo

Climão! Com gritos de "Fora Bolsonaro", Letrux faz show com críticas políticas

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo.

07/04/2019 14h54

A cantora Letrux pintou de vermelho o palco Adidas com todos os integrantes usando a mesma cor, que faz parte do disco "Em Noite de Climão", hoje, no Lollapalooza, em São Paulo.

O vermelho combinou também com uma manifestação política da banda. Durante toda a apresentação, a tecladista exibiu sob o pedestal uma camisa escrita "Lula Livre", com o rosto do ex-presidente.

A cantora fez manifestação também: "Hoje faz 1 ano que o Lula está preso e vocês sabem muito bem por que isso está acontecendo. Então se unam a mim num grito que vem do c*, que vem do esôfago, que vem do cérebro, que vem do pentelho. FORA BOLSONARO!".

A artista abriu o show com "Vai Render" e seguiu com "Ninguém Perguntou Por Você". "Eu estava lembrando que o primeiro show que fiz na vida foi em 10 de abril de 2015. É uma regência ariana".

A apresentação atraiu um público expressivo, que lotou o espaço em frente ao palco Adidas. Entre os fãs, era possível várias bandeiras do arco-íris e casais de todas as orientações sexuais se divertindo junto.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Além de músicas autorais, Letrux reservou espaço ainda para cantar a o tema do filme "Ghost" num medley com a música "Amoruim". Seu som dançante, com cara de anos 80, mostra uma mistura fina do eletrônico dos sintetizadores com o orgânico do baixo, da guitarra e da bateria.

Letrux dedicou também a música "Que Estrago" a todas mulheres. "Vou dedicar a todas as mulheres. A todas mesmo. Abaixo a transfobia. Essa é pra tradicional família brasileira".

Antes de encerrar, Letrux disse que viver numa sociedade capitalista é muito confusa e agradeceu quem pagou o ingresso para prestigiar uma banda nacional independente.

Ao fim, ela deu uma bronca bem humorada em quem gritou "Ei Bolsonaro, vai tomar no c*". "Gente, tem gente que gosta de tomar no c*, só falar o nome dele já é um xingamento. Não vamo fazer aquilo não, que aquilo é bom!", disse Letrux. Em seguida, ergueu uma placa com o nome da rua da Vereadora Marielle. "Para nunca mais esquecer".