Topo

Entretenimento


Donald Trump diz que FBI vai revisar caso Jussie Smollett: "Revoltante"

O ator Jussie Smollett em cena de "Empire" - Reprodução
O ator Jussie Smollett em cena de "Empire" Imagem: Reprodução

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

28/03/2019 10h36

Chegou à presidência dos Estados Unidos a confusão envolvendo o ator Jussie Smollett, que nesta semana viu as acusações de falsa comunicação de crime contra ele serem retiradas. O presidente norte-americano, Donald Trump, chamou o caso de "revoltante" e disse que ele será analisado pelo FBI e pelo Departamento de Justiça.

"O FBI e o Departamento de Justiça vão revisar o revoltante caso Jussie Smollett em Chicago. É uma vergonha para a nossa nação", escreveu Trump em seu Twitter, hoje.

É mais um desdobramento do caso polêmico que se iniciou em janeiro, quando Jussie Smollett, uma das estrelas de "Empire", alegou ter sido vítima de um ataque racista e homofóbico. Semanas depois, ele foi acusado pela polícia de forjar o crime -- supostamente por estar insatisfeito com o seu salário na série.

Na última terça, os advogados do ator entraram em acordo com os promotores de Chicago, e Smollett vai apenas deixar com o estado os US$ 10 mil que pagou como fiança quando foi preso.

A decisão de abandonar as acusações foi tomada pela promotora chefe Kim Foxx, que disse à polícia que Smollett seria apenas condenado a prestar serviço comunitário se o caso fosse a julgamento. Foxx alegou que Smollett já realiza trabalho voluntário em Chicago, de forma que a condenação seria redundante.

"Jussie foi atacado por duas pessoas que ele não conseguiu identificar em 29 de janeiro. Ele foi uma vítima, mas foi tratado como vilão e criminoso, graças à declarações falsas e inapropriadas feitas ao público [pela polícia]", disseram os advogados do ator em comunicado oficial.

"Jussie e muitas outras pessoas foram prejudicadas por estas ações injustas", continuaram. "Toda esta situação serve para nos lembrar que um caso criminal não deve ser provado na Corte da opinião pública. Fazer isso é errado".

Entretenimento