PUBLICIDADE
Topo

Marvel escolhe diretor para filme do super-herói asiático "Shang-Chi"

O herói Shang-Chi, nos quadrinhos da Marvel - Divulgação
O herói Shang-Chi, nos quadrinhos da Marvel Imagem: Divulgação

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

13/03/2019 15h28

Destin Daniel Cretton, conhecido pelos dramas "Temporário 12" e "Castelo de Vidro", foi o escolhido da Marvel para dirigir "Shang-Chi". O longa do personagem marcará o primeiro do estúdio protagonizado por um super-herói asiático, e ainda não tem data de estreia definida.

A informação é do "Deadline". Cretton nasceu nos EUA (mais especificamente, no Havaí), mas é descendente de japoneses. Seus dois longas-metragens anteriores, foram estrelados por Brie Larson, a protagonista de "Capitã Marvel".

"Shang-Chi" terá roteiro de Dave Callaham, criador da franquia "Os Mercenários", que tem vários projetos de destaque para os próximos anos, incluindo "Mulher-Maravilha 1984", "Zumbilândia 2", o reboot de "Mortal Kombat" e "Homem-Aranha no Aranhaverso 2".

"Shang-Chi" é um dos poucos projetos anunciados pela Marvel para além do ano de 2019. Outro é o filme dos Eternos, supergrupo das HQs, que deve ser dirigido por Chloé Zhao ("Domando o Destino"), a primeira mulher a comandar sozinha um longa da franquia.

Qual é a história de Shang-Chi?

O script deve mudar detalhes da história de origem do personagem a fim de evitar estereótipos. Nos quadrinhos, Shang-Chi é filho do lendário vilão Fu Manchu, e foi criado pelo pai em uma propriedade isolada do mundo na China.

Treinado em várias modalidades de artes marciais, ele se tornou o maior mestre da luta corpo a corpo do universo Marvel. Quando é libertado pelo pai a fim de realizar missões ao redor do mundo, Shang-Chi precisa aceitar que Fu Manchu não é o grande filantropo que dizia ser.

O personagem passa então a agir como vigilante, frequentemente usando o nome Mestre do Kung Fu, dedicando a vida a combater os esquemas malignos do pai.