Topo

Grammy


XXXTentacion é esquecido pelo Grammy em homenagem aos artistas que morreram

Reprodução
O rapper XXXTentacion Imagem: Reprodução

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

2019-02-11T03:20:55

11/02/2019 03h20

O segmento "In Memorian" do Grammy 2019, reservado para homenagear os artistas e produtores que morreram no último ano, deixou de fora o rapper XXXTentacion.

O cantor, que morreu em junho do ano passado aos 20 anos, teve seu nome relacionado a algumas polêmicas fora da música, como acusações de violência doméstica envolvendo sua ex-namorada.

Ainda não se sabe os motivos que levaram o Grammy a excluir XXXTentacion do tributo, que lembrou de nomes como Avicii, Mac Miller e Aretha Franklin, entre outros.

O site The Wrap salienta que a organização prestou homenagem nesta edição a Joe Jackson, no qual já tinha sido acusado publicamente, inclusive pelo filho Michael Jackson, de abusos físicos e psicológicos.

XXXTentacion entrou na indústria musical em 2013 com a faixa "News/Flock" e ficou famoso na plataforma SoundCloud. Os problemas com as autoridades começaram em 2014, quando foi enviado para uma detenção para adolescentes por posse ilegal de arma.

Em 2016, ele foi detido por assalto a mão armada. Em outubro do mesmo ano, enquanto aguardava julgamento, foi preso sob a acusação de adulteração de testemunhas e por agredir uma vítima grávida.

O rapper norte-americano foi baleado e morto enquanto comprava uma moto na cidade de Deerfield Beach, na Flórida, a cerca de 70 km de Miami.

De acordo com um comunicado oficial da polícia divulgado após a confirmação da morte, XXXTentacion estava deixando a concessionária quando foi abordado por dois homens armados. Um dos suspeitos atirou diversas vezes, acertando o músico, que foi levado para o hospital, mas não resistiu.