Topo

Filmes e séries


"O Casamento do Meu Melhor Amigo" quase teve sequência com temática LGBTQ

Divulgação/IMDb
Julia Roberts e Rupert Everett em "O Casamento do Meu Melhor Amigo" Imagem: Divulgação/IMDb

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

08/02/2019 13h02

Quando "O Casamento do Meu Melhor Amigo" foi lançado, em 1997, ainda era uma raridade encontrar personagens gays retratados de forma positiva em filmes de Hollywood. Por isso, George (Rupert Everett), melhor amigo da protagonista Julianne (Julia Roberts), se tornou um dos destaques do filme.

O personagem caiu tanto nas graças do público, segundo o diretor P.J. Hogan, que a equipe de "O Casamento do Meu Melhor Amigo" considerou seriamente fazer uma sequência com temática LGBTQ+, colocando George em papel mais central.

Falando à "Entertainment Weekly", Hogan contou: "Eu me lembro de falar com Julia sobre isso. A ideia para a trama era que o personagem de Rupert ia se casar, e por ciúmes a personagem dela tentaria desmanchar a relação".

"Eu pensei: 'Isso pode ser muito divertido'. Mas eu acho que seria um pouco difícil trazer todos os outros personagens de volta", completou.

O elenco de "O Casamento de Meu Melhor Amigo" ainda não descarta a possibilidade de filmar uma continuação agora, 22 anos depois do original. "Por muitos anos as pessoas tem falado comigo sobre isso, e eu sempre disse que minha resposta seria 'sim'", comentou Dermot Mulroney.

No filme clássico, a personagem de Roberts resolve comparecer aos preparativos do casamento de seu ex-namorado e amigo Michael (Mulroney), que parece ter encontrado a mulher perfeita em Kimberly (Cameron Diaz).