PUBLICIDADE
Topo

Johnny Depp não vai mais estrelar "O Homem Invisível", diz site

Johnny Depp em cena de "Animais Fantásticos 2: Os Crimes de Grindelwald" - Reprodução
Johnny Depp em cena de "Animais Fantásticos 2: Os Crimes de Grindelwald" Imagem: Reprodução

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

28/01/2019 15h54

Johnny Depp não deve mais estrelar "O Homem Invisível", remake do clássico de terror de 1933 da Universal. O ator foi escalado para o papel ainda em 2016, quando o estúdio planejava criar um universo compartilhado de monstros, cujo pontapé inicial seria dado "A Múmia", com Tom Cruise.

Lançado em 2017, o longa não se deu muito bem nas bilheterias, e fez com que os planos em torno da franquia fossem reformulados. Assim, segundo a "Variety", Depp não está mais conectado ao projeto, que encontrou seu diretor em Leigh Whannell.

Whannell é o homem responsável por "Sobrenatural: A Origem", terceiro capítulo da franquia criada por seu amigo James Wan. A parceria dos dois vem de longa data: eles escreveram juntos o primeiro filme da saga "Jogos Mortais".

Por enquanto, nenhum ator foi escalado para substituir Depp. Em 1933, o papel título de "O Homem Invisível" foi interpretado por Claude Rains. Diversos outros atores assumiram o papel em uma série de continuações nos anos 1940, incluindo Cedric Hardwicke e Jon Hall.

A ideia do estúdio é criar um filme que funcione por si mesmo, sem conexão com o universo maior que estava planejado anteriormente. Entre os projetos que foram engavetados nesta mudança de rumo está "A Noiva de Frankenstein".

Bill Condon ("A Bela e a Fera") quase dirigiu o projeto, que teria Angelina Jolie no papel título e Javier Bardem interpretando a criatura de Frankenstein. O universo de monstros da Universal também incluiria um filme de "O Médico e o Monstro" estrelado por Russell Crowe (que chegou a aparecer no papel em "A Múmia").