PUBLICIDADE
Topo

"O Justiceiro" ganha um desfecho conclusivo na segunda temporada?

Justiceiro aparece com o seu uniforme em série da Netflix - Jessica Miglio/Netflix/Divulgação
Justiceiro aparece com o seu uniforme em série da Netflix Imagem: Jessica Miglio/Netflix/Divulgação

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

21/01/2019 04h00

ATENÇÃO: O texto abaixo contém spoiler da segunda temporada de "O Justiceiro". Não leia se não quiser saber o que acontece. 

"O Justiceiro" voltou à Netflix na sexta-feira (18) para a sua segunda temporada, que provavelmente será, também, a sua última. Ao lado de "Jessica Jones", a série é uma das últimas remanescentes da parceria entre a plataforma de streaming e a Marvel, abalada por problemas nos bastidores - e não há sinais de que ela irá escapar do mesmo destino de "Demolidor", "Punho de Ferro" e "Luke Cage". Sendo assim, fica no ar: a conclusão da série serve também como um final satisfatório?

Se serve de consolo, sim. O último episódio coloca um ponto final à história que Frank Castle (Jon Bernthal) ganhou em seu segundo ano, e dá ao herói um destino condizente com a trajetória dele até então: ele assume plenamente o seu "trabalho" como vigilante. Este, porém, pode não ser um fim definitivo, já que deixa uma abertura clara para que o anti-herói possa retornar no futuro, com novas histórias e novos inimigos.

Em entrevista recente ao site SyFyWire, o criador Steve Lightfoot afirmou que está disposto a fazer mais episódios de "O Justiceiro": "Nós terminamos a segunda temporada de uma forma que espero que todo mundo diga: 'Fantástico, mal posso esperar pela terceira temporada'. E se conseguíssemos mesmo fazer uma terceira, eu ficaria absolutamente encantado. Adoraria fazer dez temporadas". 

No entanto, a decisão não está nas mãos do showrunner - e nem dos estúdios Marvel. "Será a decisão da Netflix, como acontece com todas as séries", disse ao site Jeph Loeb, chefe de TV da Marvel. É aí que está o problema, já que a plataforma de streaming optou por cancelar outras três séries baseadas nos heróis dos quadrinhos, em meio a conflitos que, segundo a imprensa internacional, passam pelo alto custo das produções e por divergências em questões contratuais - incluindo aí a longa duração das séries da parceria, todas com 13 episódios. 

O fato de "O Justiceiro" ser uma série com boa aprovação entre os fãs não deve ser suficiente para salvá-la. No agregador de críticas Rotten Tomatoes, ela tem 93% de aprovação do público, ficando atrás apenas de "Demolidor", cujo cancelamento surpreendeu por se tratar de uma série com boa aprovação entre críticos e espectadores. 

Há a possibilidade de Frank Castle retornar em futuros projetos da Marvel em outras plataformas, incluindo o futuro streaming da Disney, o Disney+. O único detalhe é que essa volta, caso se concretize, deve demorar a acontecer: de acordo com a "Variety", os personagens da parceria Marvel-Netflix precisam esperar dois anos antes de surgirem novamente em uma outra produção.