Topo

Filmes e séries


"País governado por gorilas": série de Elis Regina resgata ousadia da pimentinha

Globo/Divulgação
Uma entrevista fictícia gravada por Elis (Andreia Horta), a última antes de sua morte, é o fio condutor da minissérie da Globo Imagem: Globo/Divulgação

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

2019-01-09T22:30:40

09/01/2019 22h30

Quase 37 anos depois de sua morte, Elis Regina volta aos holofotes com a minissérie "Elis: Viver é Melhor que Sonhar", que será exibida na Globo até sexta-feira (11). E as frases marcantes da cantora ganham destaque no novo formato, adaptado do filme de 2016.

Dividido em quatro episódios, o longa ganhou um ar mais documental com cenas extras. A minissérie é conduzida por uma entrevista fictícia em que Andreia Horta reproduz declarações reais da pimentinha durante toda sua carreira. Para gravar os extras, a atriz retomou o papel três anos depois de surgir como Elis no cinema.

Nos dois episódios exibidos na estreia, na terça (8), e nesta quarta-feira (9) chamam atenção principalmente as falas carregadas de militância. Apesar de ter estourado como cantora já na Ditadura Militar, Elis Regina não poupava críticas ao regime opressor e seguia praticando sua liberdade de expressão, uma grande ousadia na época em que vários artistas foram para o exílio.

A artista, que morreu aos 36 anos em 1982, antes do fim do regime militar, também demonstrava total confiança em seu talento, o que fez dela uma das maiores intérpretes da música popular brasileira.

Em uma das frases que já fazia parte do filme de 2016 e aparece no segundo episódio da minissérie, a cantora chega a comparar os governantes do Brasil a gorilas em uma entrevista a jornalistas estrangeiros. A declaração a levou a ser interrogada pelos militares posteriormente.

Divulgação
Andréia Horta em cena de "Elis", filme de 2016 que virou série Imagem: Divulgação

Ciente do poder de suas palavras, a Elis de Andreia Horta destaca isso em um dos trechos da entrevista fictícia gravados para a nova série da Globo, que já está disponível na íntegra na GloboPlay. 

"Eu tenho uma amiga que me disse que um dia vai escrever um livro com as minhas frases loucas. Que ela vai ganhar fortunas com isso. Segundo ela, ela não conhece ninguém que seja mais absurda do que eu."

Veja algumas das falas mais marcantes de Elis Regina já exibidas na série da Globo, que termina na sexta-feira (11):

Esse país está sendo governado por gorilas. Quer dizer, sem querer ofender os gorilas, obviamente, pelo amor de Deus.

Entre a parede e a espada, eu me atiro contra a espada.

O mundo ainda é muito dos homens. Não sou boba de falar tudo o que eu penso, senão amanhã tô desempregada aí pra vida inteira. Aí passo o resto da minha vida aí sangrando, hein. É ruim

Minha missão é falar umas coisas que as pessoas não sabem e aprender algumas outras coisas que eu ainda não sei.

Liberdade e ar são duas coisas que a gente sente que são essenciais para a vida sobretudo quando fazem falta.

A lucidez me leva às raias da loucura.