Topo

Pop


Cantor R. Kelly se livra de processo por passar DST a fã nos Estados Unidos

Divulgação
Cantor R. Kelly Imagem: Divulgação

Leonardo Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

09/01/2019 18h18

O cantor americano R. Kelly não será processado por passar uma doença sexualmente transmissível a uma mulher, conforme denúncia apresentada em 2018. Segundo o site TMZ, a polícia de Dallas encerrou a investigação.

No ano passado, uma jovem anônima denunciou o cantor por supostamente ter sido mantida como escrava sexual em 2017, depois de o cantor embebeda-la e passar uma DST não revelada.

As fontes policiais ouvidas pelo site não especificam, no entanto, o motivo que levou o caso a ser arquivado. Na época da denúncia, o advogado da mulher, Lee Merritt, afirmou que ela planejava entrar com uma ação.

Apesar de ter sido inocentado, R Kelly ainda não se livrou totalmente dos problemas com a Justiça. Ele está sendo investigado pela Procuradoria do condado de Fulton de ter mantido relações sexuais com três meninas menores de 16 anos.

As denúncias foram reveladas no documentário "Surviving R. Kelly" (Sobrevivendo a R.Kelly, em tradução livre), transmitido pelo canal por assinatura Lifetime, que conta com dezenas de entrevistas com pessoas que conviveram com o artista.

Mais Pop