Topo

Música


Beto Barbosa volta aos palcos após cinco meses tratando câncer

Beto Barbosa - Reprodução/Instagram
Beto Barbosa Imagem: Reprodução/Instagram

Leonardo Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

19/12/2018 13h30

Após cinco meses de internação e quimioterapia, Beto Barbosa voltou aos palcos neste sábado (15), em Fortaleza, e comemorou sua evolução clínica nas redes sociais. O cantor compartilhou vídeos da apresentação em sua conta no Instagram.

"Show do amor, da vitória, do Natal e da saúde. Hoje posso dizer que o susto passou e que estou com 99% de cura. Agradeço a Deus as orações dos fãs, imprensa, amigos e a equipe do Dr. Fernando Maluf. Superagradecido a todos os médicos e enfermeiros oncologistas que estiveram do meu lado nestes cinco meses de tratamento", escreveu ele.

Beto vem realizando com sucesso sessões de quimioterapia e, em janeiro, passará por uma cirurgia para a remoção da próstata e bexiga. Segundo os médicos, com a resposta positiva ao tratamento, a chance de cura é grande. A última sessão aconteceu em novembro.

O cantor vem tratando a doença no centro de oncologia do hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo.

"Estou compondo com alegria com meus parceiros musicais e novidades reais estarão chegando em 2019. Ainda tenho uma cirurgia para fazer em janeiro, apenas para reforçar e fortificar a saúde para que o câncer não volte", explicou.

Em agosto, quando tornou pública a doença, Beto lamentou que, por erro médico, tenha feito um diagnóstico tardio, além de prometer que não deixar de fazer shows. "Errei na escolha de quem me tratou por um ano em Fortaleza como se eu tivesse apenas infecção urinária. Um ano para o câncer é uma vida que se vai", escreveu ele em sua página na rede social.

"Não posso deixar de praticar exercícios aeróbicos e, principalmente, não posso deixar de cantar porque o palco diante de vocês será minha fonte de energia e vitamina para que meu corpo e minha mente se renovem de alegria. É claro que: não vou poder dançar tanto, mas cantar de todo o coração para vocês, eu prometo", afirmou na época.