PUBLICIDADE
Topo

Quem é Ángel Elizondo, o cantor mexicano que pediu para Anitta ser mais humilde

Ángel Elizondo, finalista do "La Voz Mexico" - Divulgação
Ángel Elizondo, finalista do "La Voz Mexico" Imagem: Divulgação

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo

18/12/2018 04h00

Se não fosse por Anitta, o cantor Ángel Elizondo, 21, de Torréon, no estado de Coahuila, no México, não passaria nem da fase de audições do reality "La Voz México", franquia que no Brasil ganhou a versão "The Voice Brasil". Anitta, que foi jurada no reality ao lado de Maluma, Natalia Jiménez e Carlos Rivera, foi a única que virou a cadeira para Ángel quando ele se apresentou pela primeira vez nas audições às cegas cantando "Love On Top", da Beyoncé.

A escolha de Anitta acabou se mostrando acertada, já que Ángel provou ser um cantor talentoso chegando até a final do programa, embora tenha perdido o prêmio para Cristina Ramos, do time de Carlos Rivera. Por isso, causou surpresa a declaração que Ángel deu na final do programa, exibida neste domingo (16), quando ele disse para sua treinadora: "Anitta, obrigado por tudo. O México é um país que tem gente muito nobre, por isso mesmo, por essa nobreza, exigimos humildade".

Esta, no entanto, não foi a primeira vez que ele "causou" no programa. Logo em suas primeiras participações, ele pediu um dos jurados em casamento. "Com o que você trabalha", perguntou o jurado Rivera. "Em olhar para você todos os dias", respondeu Ángel, que prosseguiu com a declaração. "Na verdade, Anitta", disse se dirigindo a brasileira, "quero pedir Carlos em casamento esta noite". Carlos, por sua vez, agradeceu ao pedido, mas negou, oferecendo um abraço como "prêmio de consolação".

Apresentação de Ángel Elizondo no "La Voz México"

O pedido de casamento, é claro, viralizou nas redes sociais do México e Ángel ganhou a simpatia de boa parte do público. Na sequência, a orientação sexual de Ángel começou a virar tema também de várias reportagens. "Era difícil falar sobre isso, agora é um orgulho. Precisei de muitos anos para conseguir. Creio que, mais do que ser da comunidade LGBT, formamos parte do mundo. Não sinto pena nem medo. Sinto muito orgulho", disse o cantor ao jornal El Siglo de Torreón.

Sobre isso, ele também chegou a conversar com Anitta e, mais uma vez, foi sincero. Anitta perguntou como ele se via como representante LGBT no "La Voz". Ángel respondeu que não acreditava que estava representando a comunidade LGBT porque ela representa a si mesma. "Ela [a comunidade LGBT] não precisa de um representante único. Somos humanos e somos um só". Na sequência, Anitta perguntou como ele a descreveria como treinadora. "Sinto que é muito amorosa, linda e super talentosa", afirmou.

Ao jornal Vanguardia, Angel contou que fez faculdade de desenho gráfico e de comunicação de empresas, mas se dedica a música há seis anos, tocando violão, teclado, baixo e carron. "Meus pais queriam que eu estudasse medicina ou arquitetura. Foi muito interessante que eu caísse na música. O maior desafio da sua vida é vencer a você mesmo", disse.

Nas redes sociais, nem Angel nem Anitta comentaram as declarações que rolaram na final do "La Voz". Se ficou alguma mágoa entre eles, ninguém sabe. Ambos só postaram mensagens de agradecimento e vídeos com os melhores momentos do programa.

No YouTube, Ángel já divulgou dois videoclipes com interpretações em inglês para as músicas "Sandcastles", da Beyoncé, e um mashup de "Counting Stars" e "Believer", do One Republic e Imagine Dragons.