PUBLICIDADE
Topo

Após 23 anos, Nicole Kidman volta para a DC descendo a porrada em "Aquaman"

Nicole Kidman em pôster de "Aquaman" - Reprodução
Nicole Kidman em pôster de "Aquaman" Imagem: Reprodução

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

18/12/2018 04h00

Além de Jason Momoa, Amber Heard e Patrick Wilson, um dos destaques de "Aquaman" é Nicole Kidman. A atriz mais conhecida pelas produções dramáticas não se importou em voltar para o mundo dos super-heróis no novo filme da DC, e abraçou a oportunidade para se transformar em Atlanna.

A atriz faz uma versão poderosa da mãe de Arthur Curry e desce a porrada logo nos minutos iniciais do filme. Na cena, a personagem é pega de surpresa e prova que é da realeza de Atlântida ao destruir vários inimigos em uma das sequências mais fantásticas e complexas do longa. 

O diretor James Wan montou uma estrutura especial para registrar a cena, que contou com a ajuda de "câmeras-aranha" se movimentando através de cabos para dar uma sensação de movimento. Ao todo, foram 30 takes para gravar tudo e orquestrar os movimentos com a equipe de dublês, um processo diferente do que a atriz está acostumada.

Não que Kidman seja avessa ao mundo dos super-heróis. Ela estrelou "Batman Eternamente" (1995), mas o papel não obrigou nenhuma preparação especial ou cenas de luta. No filme, ela interpretou a Dra. Chase Meridian, o interesse amoroso do Homem-Morcego, na época vivido por Val Kilmer.

A psiquiatra era obcecada pelo Batman, mas encontrou em Bruce Wayne alguém para passar a vida. O protagonista ficou mexido com o amor, planejou interromper sua vida como o justiceiro mascarado para ter uma vida normal com Chase e ainda revelou para a amada sua dupla identidade.

Durante a divulgação de "Aquaman", a atriz de 51 anos brincou sobre qual filme dos personagens da DC ela gostou mais de atuar. "Olha, você tem que ficar do lado de quem você está no momento. Então eu preciso dizer Aquaman, não é? Não posso ficar falando sobre um ex!", brincou Nicole para a Variety.

Nicole Kidman em cena de "Batman Eternamente" (1995) - Reprodução - Reprodução
Nicole Kidman em cena de "Batman Eternamente" (1995)
Imagem: Reprodução

O convite para entrar para o novo filme da DC foi aceito de imediato pela atriz, que admitiu seguir a carreira de James Wan há muitos anos. O cineasta nasceu na Malásia e com sete anos se mudou para a Austrália com a família, ganhando repercussão logo com seu primeiro filme, "Stygian" (2000). 

"Eu sabia que ele estava fazendo algo bem interessante e divertido, eu queria trabalhar com ele desde de quando começou [a fazer sucesso] na Austrália com terror de baixo orçamento, e eu venho acompanhando sua carreira", disse Nicole, que se mudou com a família para o país da Oceania quando tinha apenas quatro anos.

"Faço isso direto, eu acompanho certos diretores. E estive acompanhando o James. E então ele me mostrou desenhos que estava fazendo [sobre o filme], e ele disse. 'Então, é por isso que eu preciso que você esteja no filme, porque eu a desenhei parecida com você'", completou.

É curioso ver que Nicole Kidman, apesar de sempre ganhar mais repercussão pelas produções dramáticas como a série "Big Little Lies" e o filme "As Horas", pelo qual conquistou o Oscar de melhor atriz, consegue se adaptar em qualquer tipo de projeto.

Nos últimos anos ela foi vista em filmes de comédia, caso de "Como Falar Com Garotas em Festas" (2017), "As Aventuras de Paddington" (2014) e "Esposa de Mentirinha" (2011). Porém, a atriz nunca entrou tanto no clima dos filmes de ação quanto em "Aquaman", pelo qual mostrou que consegue se sair muito bem por sinal quando perigos a cercam -- com alguns efeitos visuais e dublês para ajudá-la, é claro. 

"Aquaman" já está em cartaz nos cinemas brasileiros.