PUBLICIDADE
Topo

Ator afirma que personagem que morreu pode voltar em "The Walking Dead"

Cena do oitavo episódio da nona temporada de "The Walking Dead" - Divulgação
Cena do oitavo episódio da nona temporada de "The Walking Dead" Imagem: Divulgação

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

12/12/2018 19h19

Atenção! O texto abaixo contém spoilers de "The Walking Dead"

O ator Tom Payne deu a entender novamente que Jesus vai aparecer na segunda metade da segunda temporada de "The Walking Dead", explicando que "há ainda muito tempo" no enredo para ser explorado.

"Há um salto temporal de seis anos, no qual muitas coisas aconteceram e há sinais misteriosos em Michonne e em Daryl", disse o ator durante a Walker Stalker Con New Jersey.

"Todas essas coisas poderão ser explicadas, e Jesus pode ajudar com isso", completou.

Payne afirmou que seu personagem está morto "até este ponto da história na série". Seu colega de elenco, Ross Marquand, que faz Aaron, ainda brincou com o nome de Jesus, dizendo que os sobreviventes "vão enterrá-lo muito rapidamente, colocarão algumas rochas em cima dele, e em três dias ele estará de volta".

Tom Payne como Jesus em "The Walking Dead" - Divulgação - Divulgação
Tom Payne como Jesus em "The Walking Dead"
Imagem: Divulgação

Em entrevista recente ao "The Hollywood Reporter", Payne confessou que estava insatisfeito com a atuação de Jesus nas últimas temporadas. "Ele foi introduzido de uma forma muito legal, mas depois não teve muito o que fazer", comentou.

As reclamações não pararam por aí. Payne disse que considerou a morte "injusta" com os fãs, porque o personagem estava começando a construir um relacionamento com Aaron (Ross Marquand). Jesus revelou ser homossexual na sétima temporada.

A morte neste momento crucial do desenvolvimento do personagem reacendeu um debate acalorado na TV norte-americana. Isso porque alguns fãs sentiram que personagens LGBTQ+ morrem em vários títulos populares da televisão sem terem suas histórias propriamente contadas.