Topo

Geek


Tentei fazer uma versão mais legal do Aquaman, diz autor de "Umbrella Academy"

Netflix / Alexandre Schneider
Gerard Way, Gabriel Bá, Tom Hopper, David Castañeda, Emmy Raver-Lampman, Ellen Page e Aline Diniz falam sobre "The Umbrella Academy" na CCXP 18 Imagem: Netflix / Alexandre Schneider

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

10/12/2018 11h11

"The Umbrella Academy", a história em quadrinhos escrita por Gerard Way e ilustrada por Gabriel Bá, está prestes a ganhar uma série, que estreará na Netflix no dia 15 de fevereiro. E o material original tem um pouco a ver com outro herói que está chegando aos cinemas: o Aquaman. 

Em conversa com jornalistas nesta segunda-feira (10), em São Paulo, Way contou que um dos personagens de sua história, Diego - que tem o poder de segurar a respiração indefinidamente - foi levemente inspirado pelo herói da DC. 

"Eu queria fazer uma versão alternativa do Aquaman. Sem querer desmerecer o Aquaman, mas queria deixá-lo legal. E, tradicionalmente, o Aquaman não é o herói mais legal", disse o músico e escritor, em tom bem-humorado. 

Way ainda contou que resolveu escrever "The Umbrella Academy" para que os jovens pudessem ter outra companhia além das músicas do My Chemical Romance, banda da qual ele era vocalista. 

"Eu era um outsider. Eu tentava ficar invisível. Eu era o garoto invisível no fundo, mas os quadrinhos estavam lá. A música estava lá para os fãs do MCR, mas eu queria que essas crianças tivessem outra coisa que as ajudasse a não se sentir tão isoladas", contou. 

Muito dessa experiência pessoal dele fez parte de Vanya, a única da família que não tem superpoderes. "A personagem de Vanya tem muito a ver com o quão isolado eu me sentia no ensino médio e como muitos adolescentes se sentem".

No sábado, durante a CCXP 18, os fãs puderam conferir o trailer da série. O vídeo introduz a trama desde seu início, falando das misteriosas crianças que nasceram de mulheres que não estavam grávidas. Sete delas foram adotadas pelo excêntrico bilionário Reginald Hargreeves, que inaugura publicamente a Umbrella Academy exibindo seis delas mascaradas e em uniformes escolares. Depois, surgem imagens de cada uma delas no presente, identificadas apenas por números. Ao fim, um dos protagonistas anuncia: "o mundo vai acabar em oito dias, e não sei como evitar isso".