Topo

Rock

8 hábitos de saúde que fizeram Ozzy chegar aos 70 desafiando a ciência

Greg Doherty/Getty Images
Ozzy Osbourne Imagem: Greg Doherty/Getty Images

Leonardo Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

03/12/2018 14h24

Ozzy Osbourne está completando 70 anos nesta segunda-feira (3), e nem ele, que diz ter consumido por quatro décadas todo o tipo de substância presente na Terra, consegue explicar muito bem como conseguiu chegar à velhice. E ele chega com boa saúde e ativo profissionalmente, muito melhor do que muita gente imaginava.

Mas Ozzy já deu a letra: desde o início dos anos 2000, após cruzar a barreira dos 50 anos, ele deixou as loucuras de lado e passou a focar na saúde, que virou uma obsessão. O álcool e as drogas deram lugar a uma rotina regrada, com visitas frequentes ao médico e cuidados preventivos que lhe garantem a longevidade.

Divulgação
Capa de "Confie em Mim, Eu sou o Dr. Ozzy" Imagem: Divulgação

Ozzy, que recentemente se internou para cuidar de uma infecção na mão, já brincou com sua nova vida saudável no livro "Confie em Mim, Eu Sou o Dr. Ozzy" (2011, editora Benvirá), baseado em sua coluna no jornal "The Sunday Times", em que ele respondia a questões de leitores fugindo totalmente do lugar-comum.

Suas dicas de saúde são sinceras, quase sempre hilárias, e oferecem uma perspectiva interessante sobre como vida de um rock star mitológico pode mudar radicalmente.

Duvida? Veja abaixo 8 dicas valiosas dadas pelo melhor conselheiro hipocondríaco que os headbangers -e não só eles- poderiam ter.

Kevin Winter/Getty Images
Imagem: Kevin Winter/Getty Images

Nada de cigarro

Para Ozzy, poucas coisas são tão destrutivas quanto o cigarro, mais precisamente a nicotina. Quer viver bastante? Nem pense em tragar nada.

"Se você é fumante, por que está perdendo tempo se preocupando com o seu intestino? E os seus pulmões? Agora, a nicotina é um estimulante, então essa sensação de 'o mundo caindo pelo seu c*' é normal. Por que você não para de fumar e toma um copo de suco de laranja no lugar? Sabe, ao longo dos anos usei todas as drogas conhecidas pelo homem, e juro que a nicotina é a pior. Ouça o que diz o Príncipe das Trevas: cigarro é ruim", diz o cantor em "Confie em Mim, Eu Sou o Dr. Ozzy".

Ilya S. Savenok/Getty Images
Imagem: Ilya S. Savenok/Getty Images

Caminhe

O ser humano foi feito para se mexer, e Ozzy é um grande defensor das benesses dos exercícios físicos, que ele pratica mesmo quando não está em turnê.

"Para ser honesto, não preciso ir para a academia quando estou em turnê. Durante um show de duas horas, queimo umas duas mil calorias e uso músculos que eu só descubro que tenho no dia seguinte, quando me sinto como se tivesse sido atirado do Empire State Building. Mas tenho um conselho para quem trabalha longe de casa num emprego sedentário: vá caminhar. É uma das melhores formas de exercício que existe, e não custa nada. A única razão pela qual eu mesmo não faço caminhadas é porque meu c* tem vontade própria, e fico paranoico se não tenho um banheiro ao meu alcance. Mas isso não deveria impedir os outros de caminhar."

Manuela Scarpa/Photo Rio News
Imagem: Manuela Scarpa/Photo Rio News

Cuide da pele

Ozzy diz que seu cuidado é simples, mas extremamente eficaz. Ele usa apenas um bom creme natural duas vezes por dia, durante a manhã e à noite, que o ajuda a ter uma pele firme e com poucas rugas.

"O que você precisa lembrar é que o seu rosto está exposto a todos os elementos o tempo todo, o que significa que ele precisa lidar com o sol, a poeira, a fuligem e todo tipo de porcaria. Além disso, conforme a pele envelhece, ela resseca, então você precisa atacá-la com o máximo de hidratação que conseguir. Pessoalmente, não ligo para tratamentos faciais, a não ser amarrado, quando a Sharon recebe alguém em casa. Ela tem cremes dermatológicos a dar com pau - o que eu acho que está tudo bem se você é mulher. Mas, falando como proprietário de um par de testículos, prefiro gastar o mínimo essencial do meu tempo diário em cuidados pessoais."

Junior Lago/UOL
Imagem: Junior Lago/UOL

Evite o consumo de álcool

Ozzy lutou contra o alcoolismo por décadas e por pouco não perdeu a vida por isso. Por ser uma droga legalizada e social, que pode ocasionar inúmeras doenças, como a cirrose e a demência, ele é taxativo sobre a bebida.

"Se o fabricante da droga se dá ao trabalho de colocar um grande rótulo amarelo na frente que diz "EVITE O CONSUMO DE ÁLCOOL", então que tal evitar o consumo de álcool? Não é tão complicado. Sabe, às vezes não consigo acreditar nos médicos. Acho que o problema é que eles próprios gostam de entornar. Eu tinha um camarada em Londres que toda vez que eu ia ao consultório dele o lugar fedia a gim, o nariz dele estava vermelho-vivo e ele fumava um cigarro atrás do outro enquanto rabiscava as suas receitas sem-vergonha num bloquinho. Afinal, parei de me consultar com ele -eu me sentia pior ao sair de lá do que quando havia entrado."

Junior Lago/UOL
Imagem: Junior Lago/UOL

Tome cuidado com o ácido

O ex-Black Sabbath se diz abstêmio e atualmente evita todo tipo de droga. Mas ele tem um recado especial sobre o ácido lisérgico, cujo consumo nada tem a ver com longevidade.

"O negócio é o seguinte, sem brincadeira: se você continuar tomando LSD, sua 'realidade falsa' em breve vai se tornar bem pior do que a sua vida real, não importa quanto ela seja ruim. Na minha experiência, o LSD foi ótimo até deixar de ser -e, quando isso acontece, é a pior coisa que já aconteceu com você. Uma hora você está correndo por Miami Beach com um adereço de espuma na cabeça; no instante seguinte, está enfiando uma arma na cara do seu melhor amigo. O pior é quando você quer que a viagem termine, mas ainda faltam oito horas. Eu até hoje tenho efeitos retardados do LSD: digo que são minhas 'oscilações'. De repente, cada minúsculo problema me pira e vira o fim do mundo. Sério, cara, seja muito cuidadoso. Se você continuar tomando essa merda, ela vai morder o seu saco."

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Faça exames preventivos

Essa dica é fundamental para qualquer pessoa, independentemente da idade. A prevenção ainda é o melhor remédio. Ozzy, por exemplo, já realizou exame genético para prever incidência de Alzheimer, que deu negativo. E ele recomenda que todos façam.

 "No seu auge, o meu sogro foi uma das pessoas mais assustadoras que já conheci, mas no final da vida ele havia sido reduzido a uma criança. Agora, minha opinião é que, se você sabe alguma coisa antecipadamente, pode fazer muita coisa para retardar a doença. Pode até mesmo ter uma chance de curá-la, especialmente devido à aparição de novos tratamentos ao longo dos anos. Sharon acha a mesma coisa, então vimos os resultados. Felizmente para nós, nada nos nossos genes sugere que tenhamos mais propensão ao Alzheimer do que qualquer outra pessoa."

Reprodução
Imagem: Reprodução

Encontre um hobby ou atividade

Nas palavras do autor da melodia de "Paranoid", que conta com uma das melhores letras sobre loucura do rock, cortesia do parceiro Geezer Butler, mente sã é igual a vida feliz. E, por isso, é importante mantê-la ocupada.

"Faça qualquer coisa, só não fique sentado feito um idiota, esperando a Ceifadora Sinistra chegar. Encontre alguma coisa que você goste de fazer, talvez algum tipo de exercício -desde que não seja comer a mulher do seu vizinho-, e descarregue nisso as suas frustrações reprimidas. Veja o meu caso: tenho sessenta e dois anos, não bebo, não fumo, não ando mais com as fãs, mas ainda faço um show de rock de duas horas e meia a cada noite numa cidade diferente, e -pelo menos na minha cabeça- me sinto se tivesse vinte e um anos. Não desista, cara. Aceite as coisas que você não pode mudar e toque a vida."

Fábio Codevilla/Agência Cigana/Divulgação
Imagem: Fábio Codevilla/Agência Cigana/Divulgação

Tome chá

Não é preciso ser britânico para reconhecer os benefícios do chá, que é bom para o fígado, para a saúde mental e ajuda a emagrecer, funcionando como diurético. Ozzy tem um favorito.

"Chama-se chá English Breakfast, com uma boa marca de mel. Tomo umas dez xícaras desse troço por dia. E também como o máximo de frutas que consigo. Esqueça as tigelas marrons da M&Ms: a primeira coisa que peço quando chego a qualquer quarto de hotel numa viagem é uma seleção de frutas locais. Dizem também que o álcool preserva... mas eu não acredito numa porra dessas nem por um segundo."

Mais Rock