PUBLICIDADE
Topo

Dublador de Bob Esponja lamenta morte de criador do personagem: "Era fã"

Wendel Bezerra, dublador do Bob Esponja no Brasil - Instagram/Reprodução
Wendel Bezerra, dublador do Bob Esponja no Brasil Imagem: Instagram/Reprodução

Osmar Portilho

Do UOL, em São Paulo

27/11/2018 16h53

A voz esganiçada e estridente de Bob Esponja tem um dono do Brasil: Wendel Bezerra. Responsável por interpretar a versão do personagem em português, o dublador lamentou a morte de Stephen Hillenburg, criador do desenho animado, nesta terça-feira (27).

"O Bob Esponja é uma figura muito importante que surgiu na minha vida. Profissionalmente eu apareci para muita gente mostrando uma outra faceta do meu trabalho com humor e uma voz caricata. Um personagem carismático, querido e muito divertido", disse Wendel ao UOL. Ele também dirige a dublagem dos episódios de Bob Esponja no Brasil, e não chegou a conhecer o criador do personagem. "Eu era muito fã. Muito. Esse cara mudou minha vida".

Sobre o legado do desenho animado criado por Stephen, que tinha 57 anos e lutava contra esclerose lateral amiotrófica, Wendel Bezerra ressaltou a capacidade que Bob Esponja tem de ser feliz e contagiar os outros com seu espírito.

"Uma das coisas mais importantes que acho da obra dele através do Bob Esponja é levar felicidade. O Bob Esponja é um cara que busca ser feliz. Ele quer estar feliz. Quando ele diz que adora segunda-feira, isso é sensacional. O mundo hoje parece que de segunda a sexta é uma porcaria. Parece que trabalhar e estudar é horrível. E ele vende essa ideia de você ser feliz no seu trabalho, ele trabalha alegre", explicou.

"Isso é uma ideia bacana que essa obra leva para as pessoas. Achar motivos para estar feliz e se sentir alegre em qualquer situação do dia a dia. O Bob Esponja não muda sua essência em função do outro. Isso é muito louvável".

Mood of the day!

Uma publicação compartilhada por Wendel Bezerra (@wendel_bezerra) em