PUBLICIDADE
Topo

Por que o gato Salem não fala na série "O Mundo Sombrio de Sabrina"?

O Salem de "Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira", e o Salem de "O Mundo Sombrio de Sabrina" - Reprodução e Divulgação
O Salem de "Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira", e o Salem de "O Mundo Sombrio de Sabrina"
Imagem: Reprodução e Divulgação

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

28/10/2018 04h00

Melissa Joan Hart que me perdoe, mas a grande estrela de “Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira” era o gato Salem. Irônico e divertido, o felino falante era dono de algumas das melhores falas da série e segue fazendo sucesso até hoje – basta ver os vídeos com compilação de suas falas, que somam mais de 3 milhões de visualizações, por cima, no YouTube. Mas o Salem de “O Mundo Sombrio de Sabrina”, remake que estreou nesta sexta-feira (26) na Netflix, pouco tem a ver com seu predecessor.

Leia também 

O novo Salem não fala – e ganhou uma história de origem bem diferente. Enquanto o gato da Sabrina dos anos 1990 era um bruxo condenado a viver cem anos como felino após uma tentativa de dominar o mundo, sua versão 2018 é, na verdade, um “familiar”, uma criatura mágica que acompanha uma bruxa por toda sua vida. Sua forma original, inclusive, é bem assustadora, e aparece neste vídeo divulgado pela Netflix antes da estreia da série:

“Como assim o Salem não fala?!” É isso mesmo. Só ouvimos Salem falar antes de ele se assumir a forma de um adorável gato preto; daí em diante, ele se comunica com Sabrina (Kiernan Shipka, a Sally de “Mad Men”) por meio de miados e outros sons característicos. A explicação, segundo o criador Roberto Aguirre-Sacasa, está ligada ao tom da nova série, que aposta bem mais no terror do que na comédia.

“Nós realmente queríamos ter um tom diferente, então pensamos que, pelo menos no começo, Salem não deveria falar”, explicou Roberto ao “Collider”. Mas ainda há esperanças: “Isso não significa que ele nunca vai falar. Isso não significa que não o veremos em sua forma de globlin novamente. No momento, há uma conexão psíquica entre ele e Sabrina, e é como eles se comunicam – bem engraçado, na minha opinião”.

Protagonista alérgica

Dublado originalmente por Nick Bakay, o Salem de “Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira” era, na maior parte do tempo, um boneco animatrônico que mexia a boca roboticamente para falar. O Salem de “O Mundo Sombrio de Sabrina”, por outro lado, é todo carne e osso. Ele é vivido por cinco gatos: Shaq, Boomer, Edward, Bobby e Trevor.

Um dos gatos que vive Salem em "O Mundo Sombrio de Sabrina" compareceu à pré-estreia da série - David Livingston/Getty Images - David Livingston/Getty Images
Um dos gatos que vive Salem em "O Mundo Sombrio de Sabrina" compareceu à pré-estreia da série
Imagem: David Livingston/Getty Images

Bom, não de todo. Como nem sempre os atores felinos se comportam da forma esperada, há uma versão computadorizada de Salem pronta para ser usada quando for necessário.

E não espere ver várias cenas de Sabrina segurando ou fazendo carinho no gato. Durante as filmagens, Kiernan descobriu ser alérgica a gatos – e agora faz uso de remédios anti-histamínicos antes de suas cenas com os colegas felinos.

“Eu descobri quando segurei o gato bem perto do meu rosto”, contou a atriz ao talk-show “Late Night”. “No dia seguinte, eu tinha manchas inacreditáveis, espalhadas por todos os lados. Honestamente, a essa altura, eu deveria estar sendo patrocinada por uma empresa de anti-histamínicos”, brincou.

De qualquer forma, o novo Salem também deverá ter um lugar especial nos corações dos fãs de “Sabrina” – principalmente se seus intérpretes continuarem sendo convidados para as pré-estreias e deixando o tapete vermelho mais fofo.