PUBLICIDADE
Topo

Para evitar polêmica, produtor diz que "Os Simpsons" querem esconder Apu

Apu, personagem dos Simpsons - Reprodução
Apu, personagem dos Simpsons Imagem: Reprodução

Osmar Portilho

Do UOL, em São Paulo

26/10/2018 13h53

Já faz algum tempo que a animação "Os Simpsons" tem recebido críticas pelo tratamento estereotipado do personagem indiano Apu. Ainda em abril, o produtor e ator Adi Shankar lançou uma campanha para "resolver o problema com Apu" desafiando as pessoas a enviarem roteiros com histórias que pudessem transformar a vida do personagem na saga. Ele, que tinha a esperança de que a Fox produzisse o tal episódio, disse ao IndieWire que tem informações de que os estúdios estariam dispostos a simplesmente acabar com Apu em "Os Simpsons".

"Eu recebi uma notícia desanimadora de várias fontes. Eles querem acabar com o Apu. Eles não querem fazer alarde, mas vão se afastar para acabar com a polêmica", disse ele. A informação de Shankar teria vindo de duas pessoas que trabalham na criação da animação e mais uma pessoa próxima de Matt Groening, criador da série.

Procurada pelo IndieWire, a Fox afirmou que Apu aparece no episódio "My Way or the Highway to Heaven", que foi ao ar nos Estados Unidos no último dia 14, como vemos na imagem abaixo.

Apu em episódio dos Simpsons - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Desde que a polêmica com o estereótipo de Apu surgiu, os criadores de "Os Simpsons" têm comprado a briga contra o politicamente correto para cutucar o assunto, mas isso teria mudado.

"Se você tem um programa que fala sobre cultura e tem medo de falar sobre isso, esse é um programa covarde", disse Shankar. "Isso não é um passo adiante e nem para trás. É um passo para o lado".

O roteiro vencedor

Shankar tem recebido dezenas de roteiros desde abril e já havia escolhido seu vencedor: Vishaal Buch.

Em sua história, Apu passa de dono de uma loja de conveniências para se tornar um empresário de sucesso em Springfield. O roteiro não foca só em Apu, mas também em outros indianos vivendo nos Estados Unidos em busca de riqueza.

"O concurso não era pra ser um ataque contra ninguém. Eu acho que o roteiro de Vishaal tem uma beleza porque não é nada radical", disse o produtor.