Topo

Filmes e séries


Diretor Danny Boyle deixou filme de 007 graças a briga para ter vilão russo

Valerie Macon/AFP
Diretor Danny Boyle Imagem: Valerie Macon/AFP

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

23/08/2018 09h57

O diretor Danny Boyle deixou a produção do próximo filme de 007 após uma briga envolvendo a escalação do vilão, segundo o "The Telegraph". A saída do cineasta foi confirmada pela produção da franquia na terça (21).

Boyle supostamente queria um "clima de Guerra Fria" para o sucessor de "007 Contra Spectre", e por isso havia escalado o ator polonês Thomasz Kot para interpretar um vilão de nacionalidade russa.

Reprodução/IMDB
O ator Thomasz Kot Imagem: Reprodução/IMDB

O problema é que o astro Daniel Craig e os produtores Barbara Broccoli e Michael G. Wilson não gostaram da ideia, e no fim das contas sua influência se provou mais decisiva do que a de Boyle.

Por enquanto, a próxima aventura de James Bond segue sem diretor. Christopher McQuarrie, que assinou os dois últimos filmes da franquia "Missão Impossível", é supostamente o favorito para assumir o cargo.

O longa será o último de Craig como 007, e o 25º da franquia no geral. A estreia segue marcada para 14 de novembro de 2019.