PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Dançarino é denunciado por estupro por simular sexo com adolescente

Na gravação, integrante da banda dança e simula movimentos sexuais - Reprodução
Na gravação, integrante da banda dança e simula movimentos sexuais Imagem: Reprodução

Jéssica Nascimento

Colaboração para o UOL

23/08/2018 18h06

Um vídeo, que mostra um dançarino da banda de pagode O Cafetão simulando sexo com uma adolescente em um show na cidade de Muritiba, na Bahia, virou caso de polícia. As imagens foram gravadas no último sábado (18) e estão circulando pelas redes sociais. O caso é investigado como estupro de vulnerável.

Na gravação, a adolescente aparece sentada no palco, enquanto o integrante dança e simula movimentos sexuais, passando os órgãos genitais no rosto dela.

A partir das imagens, a mãe da menina acionou o Conselho Tutelar, que contatou o Ministério Público. Em nota enviada ao UOL, a promotora de Justiça Juliana Lopes Ribeiro informou que as investigações ocorrem sob sigilo e que a Polícia Civil instaurou inquérito para apurar o caso. "As investigações estão sendo acompanhadas pelo Ministério Público e, quando forem concluídas, a polícia vai adotar as providências legais", disse Juliana.

Leia mais: 

Procurado pela reportagem, o produtor do grupo de pagode, Anderson Badega, informou que os integrantes da banda ainda não foram intimados nem pelo MP nem pela polícia para prestar esclarecimentos, mas que todos estão à disposição da Justiça. "Não somos responsáveis por quem entra e sai do evento, que, inclusive, era para maiores de 18 anos. Não temos como controlar também a idade de quem sobe no palco", disse Badega.

A mãe da adolescente foi procurada pelo UOL, mas até a publicação desta reportagem ela ainda não havia se pronunciado.

Entretenimento