PUBLICIDADE
Topo

Tom Cruise é o 007 americano? Diretor de "Missão: Impossível" diz que não

O diretor Christopher McQuarrie dá instruções para os atores no set de "Missão: Impossível" - Divulgação
O diretor Christopher McQuarrie dá instruções para os atores no set de "Missão: Impossível" Imagem: Divulgação

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em Las Vegas (EUA)*

05/08/2018 04h00

O primeiro filme da franquia “Missão: Impossível” estreou nos cinemas há 22 anos. De lá para cá, já são seis títulos, sempre com Tom Cruise interpretando o papel principal do agente Ethan Hunt. O rosto do ator já está tão arraigado no imaginário popular que é difícil imaginar outra pessoa interpretando o personagem, como ocorre nos filmes de James Bond.

Nem o diretor, Christopher McQuarrie, que já dirigiu Tom Cruise cinco vezes, pensa em outro artista para o papel. “Não consigo imaginar nenhum outro ator fazendo o que Tom Cruise faz em Missão Impossível”, disse McQuarrie ao UOL.

Mas nem sempre foi assim. Antes de Tom Cruise, “Missão: Impossível” era uma série de TV, que foi exibida entre 1966 e 1973 (sete temporadas) e depois entre 1988 e 1990 (duas temporadas) pelo canal americano CBS.

Leia também:

A série, no entanto, guarda poucas semelhanças com o filme. A famosa trilha sonora, por exemplo, ainda é a mesma. A agência IMF (Impossible Missions Force) também. Mas Ethan Hunt, o super-agente capaz de realizar as missões mais loucas, só existe nos cinemas, com o personagem de Tom Cruise.

Porém, se na TV não existiu nenhum Ethan Hunt, vários outros atores já participaram da série. Até Leonard Nimoy, que ficou mundialmente conhecido por interpretar o Spock em “Jornada nas Estrelas”, já foi um agente secreto. Ele interpretou, entre 1969 e 1971, o personagem Paris, um ex-mágico e ex-maquiador, que usa suas habilidades nas missões do IMF.

Elenco da série "Missão: Impossível", com Leonard Nimoy - Divulgação - Divulgação
Elenco da série "Missão: Impossível", com Leonard Nimoy
Imagem: Divulgação

Mas a dúvida permanece. Embora não demonstre a idade que tem, aos 56 anos está ficando cada vez mais difícil para Tom Cruise interpretar as estripulias de Ethan Hunt. Será que a solução para seria a mesma dos filmes do 007, substituindo o ator e mantendo o personagem?

“O grande desafio de trabalhar com Tom Cruise é acompanhá-lo. Ele tem muita energia e somos desafiados a resolver seus pedidos por cenas cada vez mais difíceis”, diz McQuarrie. “Neste filme, Cruise apanha muito e ele não tem medo de mostrar as fraquezas de seu personagem”, afirmou.

Vale lembrar que, diferentemente de 007, que tem o agente secreto como foco, na série de TV, o foco era na equipe. Foi apenas com a migração para os cinemas, após Tom Cruise comprar os direitos autorais da franquia, que Missão Impossível passou a focar em Ethan Hunt e nesta tentativa de transformá-lo no 007 americano.

“Mas, eu não acho que o Tom Cruise seja o 007 americano. Acho que os dois personagens existem em espaços diferentes. Ok, os dois têm apetrechos legais. Mas Ethan tem a sua equipe. É uma outra sensibilidade”.

*O repórter viajou à convite da Paramount Pictures