PUBLICIDADE
Topo

Familiares de Demi Lovato ainda não falaram com ela sobre reabilitação

Demi Lovato se apresenta no Rock in Rio Lisboa 2018 - Divulgação
Demi Lovato se apresenta no Rock in Rio Lisboa 2018 Imagem: Divulgação

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo

31/07/2018 07h44

A cantora Demi Lovato ainda está muito doente para conversar com familiares sobre uma provável internação em uma clínica de reabilitação, após sofrer uma suposta overdose sete dias atrás.

Demi ainda está hospitalizada no Cedars-Sinai Medical Center, em Los Angeles, e seu quadro, embora estável, ainda é grave. De acordo com fontes ouvidas pelo site TMZ, amigos e familiares ainda não abordaram o tema da reabilitação por causa de seu estado de saúde.

A artista ainda está sofrendo com fortes náuseas e febre alta, entre outros sintomas relacionados a "complicações" decorrentes da overdose. Ela não tem previsão de alta. Ainda de acordo com o site TMZ, os parentes acreditam que ainda terão a chance de conversar com Demi sobre a reabilitação, antes de ela ter alta.

Várias pessoas que tiveram contato com a artista, no entanto, não sabem como ela receberá a notícia de que precisa "desesperadamente" de tratamento. "Nós simplesmente não sabemos onde está a sua cabeça", disse uma fonte ao TMZ.

O fato é que Demi Lovato não pode ser forçada a ir para uma reabilitação. Esta decisão tem partir da própria artista. Em 2010, Demi já havia se internado para tratar o vício em drogas, embora, na época, tenha dito que era para tratar um distúrbio alimentar.

Entenda o drama de Demi Lovato

UOL Entretenimento

Ainda não se sabe o que causou a overdose. A princípio falou-se em heroína, mas a informação foi desmentida. Demi foi medicada com Narcan, geralmente usado para rebater os efeitos de opióides. Demi e sua equipe se recusaram a dizer o que foi usado pela cantora, que permanece internada se recuperando junto à família.

Segundo a revista "People", o ator Wilmer Valderrama ("NCIS" e "That '70s Show"), ex-namorado da cantora e também da atriz Lindsay Lohan, tem visitado Demi todos os dias no hospital e passado horas ao lado dela.

Nesta segunda (30), Dani Vitale, uma das dançarinas de Demi Lovato, veio a público para pedir que as pessoas parem de criticá-la durante o processo de recuperação, pois ela não tem culpa pelo que aconteceu.

Demi, que tem quatro apresentações marcadas para novembro no Brasil, cancelou sua agenda de shows por período indeterminado.