PUBLICIDADE
Topo

Ministério Público pede a Netflix que "Super Drags" não entre em catálogo infantil

Reprodução
Imagem: Reprodução

Leonardo Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

26/07/2018 17h23

O Ministério Público Federal de Minas Gerais pediu à Netflix que disponibilize a animação adulta “Super Drags”, protagonizada por três super-heroínas drag queens, exclusivamente no catálogo geral da plataforma, e não no menu destinado ao público infantil. O lançamento da série foi anunciado em 31 de maio e ganhou destaque após a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) emitir um comunicado pedindo o cancelamento da atração por ser inadequada a crianças.

Em nota divulgada nesta quinta (26), o Ministério Público afirma que o procurador da República Fernando de Almeida Martins, autor da recomendação, entende ser "necessária a intervenção do poder público para preservar os direitos das crianças, mais propensas a serem influenciadas, principalmente quando se trata do uso de uma linguagem que é, essencialmente, do universo infantil —como é o caso dos desenhos animados".

O MPF destaca ainda que que “vários estudos internacionais importantes comprovam os efeitos nocivos, entre crianças e adolescentes, desse tipo de exposição”. "É preciso lembrar que o Estatuto da Criança e do Adolescente estabelece o respeito à integridade, inclusive com relação aos valores”, escreve Fernando de Almeida Martins, frisando a responsabilidade da Netflix de fornecer a classificação indicativa em suas produções. O Ministério Público deu prazo de 30 dias para a Netflix cumprir a recomendação.

Série adulta

O ponto problemático da recomendação do MPF e de todo o movimento contra a série, que uniu vozes conservadoras e ganhou coro nas redes sociais, é que “Super Drags” em nenhum momento foi sequer cogitada a entrar no canal infantil da plataforma, conforme a própria Netflix explicou ao UOL. A animação, que ainda não foi lançada, é direcionada ao público adulto.

Em contato com a reportagem, a Netflix salientou ainda que disponibiliza controle parental para pais que desejam controlar a quais títulos os filhos têm acesso. "A Netflix oferece uma grande variedade de conteúdos para todos os gostos e preferências. 'Super Drags' é uma série de animação para uma audiência adulta e não estará disponível na plataforma infantil [Netflix Kids]", afirmou a empresa ainda na semana passada.

"A seção dedicada às crianças combinada com o recurso de controlar o acesso aos nossos títulos faz com que pais confiem em nosso serviço como um espaço seguro e apropriado para os seus filhos. As crianças podem acessar apenas o nosso catálogo infantil e colocamos o controle nas mãos dos pais sobre quando e a que tipo de conteúdo seus filhos podem assistir.”

Produzida pelo brasileiro Combo Estúdio, “Super Drags” não foi finalizada e, por isso, ainda não se sabe qual será sua classificação indicativa. O lançamento deve acontecer no segundo semestre. No serviço de streaming, ela fará companhia a outras animações para maiores de 18 anos, como “Bojack Horseman” e “F Is for Family”.