PUBLICIDADE
Topo

Música

Propaganda "onipresente" de novo álbum de Drake no Spotify irrita assinantes

O rapper canadense Drake - Reprodução
O rapper canadense Drake Imagem: Reprodução

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

03/07/2018 09h53

Não se fala de outra coisa desde sexta-feira (29): o novo disco duplo de Drake, intitulado "Scorpion", foi lançado mundialmente e já quebrou recordes impressionantes nos serviços de streaming de música nos Estados Unidos.

Parte do sucesso tem a ver com o apoio da maior plataforma, o Spotify, que criou uma campanha massiva de divulgação, colocando o rosto de Drake na capa de todas as playlists do serviço, até mesmo aquelas que não tinham qualquer música dele.

Mas a promoção parece ter tido consequências negativas. Alguns assinantes do Spotify reclamaram que a ação publicitária não é adequada em contas pagas, que deveriam ser livres de qualquer propaganda.

Drake em playlists do Spotify - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

No Reditt, um famoso fórum de discussão, um usuário identificado como Schwagschwag disse que conseguiu um reembolso de sua mensalidade quando reclamou com o atendimento aos consumidores do Spotify, e desde então a rede social viu multiplicar os pedidos semelhantes.

Nenhuma política oficial de reembolso foi estabelecida pelo Spotify, segundo informações da revista "Billboard", e ainda não foi definido se a promoção do álbum de Drake de fato infringe a política da plataforma de streaming para contas pagas.

A revolta dos assinantes, no entanto, pode prevenir que o Spotify se junte com outros artistas para campanhas semelhantes no futuro.

Música