PUBLICIDADE
Topo

Demitida por racismo, Roseanne diz que recebeu propostas para voltar à TV

Roseanne Barr, antes de ser demitida pela ABC por um comentário racista no Twitter - AFP/Valerie Macon
Roseanne Barr, antes de ser demitida pela ABC por um comentário racista no Twitter Imagem: AFP/Valerie Macon

Colaboração para o UOL

02/07/2018 16h23

A comediante Roseanne Barr, que foi demitida da própria sitcom, "Roseanne", após uma declaração considerada racista no Twitter, jura que já recebeu "diversas propostas" para retornar à TV.

"Dentro de toda coisa ruim, há algo de bom esperando para acontecer. Eu me sinto muito animada, porque me ofereceram tantas coisas. Quase aceitei uma proposta que era realmente boa. Na verdade, ainda posso aceitar. Vamos ver", comentou Barr em entrevista ao Rabino Shmuley Boteach em um novo podcast, de acordo com o site Digital Spy.

Enquanto isso, a sitcom "Roseanne" deve retornar para a emissora americana ABC sem sua estrela e com um novo título, "The Conners", se referindo aos familiares da protagonista - e Barr reiterou na nova entrevista que não vai lucrar com o projeto.

"Eu não pedi os lucros", comentou. "Eu não pedi nada, apenas me afastei... Essa é a minha punição. Eu pensei muito sobre isso".

Entenda o caso

O canal ABC cancelou a sitcom “Roseanne”, que já havia sido renovada para uma nova temporada, após a protagonista e produtora Roseanne Barr publicar um tuíte racista sobre Valerie Jarrett, mulher que foi assessora do ex-presidente americano Barack Obama. "Irmandade Muçulmana e 'Planeta dos Macacos' tiveram um filho = vj”, escreveu Roseanne no Twitter.

Espectadores e grandes nomes de Hollywood criticaram a atriz, e a emissora optou por cancelar a série. A atriz pediu desculpas, e mais tarde voltou a falar na rede social, onde culpou o remédio para dormir Ambien pela declaração polêmica.

“Roseanne”, um sitcom que se propunha a retratar a classe trabalhadora americana, ficou no ar originalmente entre 1988 e 1997 e fez grande sucesso, frequentemente entrando na lista das séries mais assistidas dos Estados Unidos. Na onda de revivais da TV americana, a comédia retornou para uma décima temporada em 2017 – e foi um sucesso estrondoso, com seu episódio de estreia visto por 18,44 milhões de espectadores.