Topo

Game of Thrones

HBO dá primeiro passo para oficializar série prequel de "Game of Thrones"

Divulgação/HBO
Os caminhantes brancos devem ser parte importante do prequel de "Game of Thrones" Imagem: Divulgação/HBO

Do UOL, em São Paulo

08/06/2018 16h54

A HBO deu o primeiro sinal verde para uma série prequel de “Game of Thrones”. De acordo com a revista “Entertainment Weekly”, a emissora acabou de anunciar a produção de um piloto do projeto.

A história escolhida, entre as cinco que estavam no páreo, foi desenvolvida pela roteirista Jane Goldman  (“Kingsman”, “X-Men: Primeira Classe”), e pelo autor George R. R. Martin, que escreveu os livros da saga “As Crônicas de Gelo e Fogo”, a base de “GoT”. E a nova trama promete dialogar diretamente com muitos dos eventos citados na série que já conhecemos. 

De acordo com a sinopse oficial divulgada pela emissora, a série, ainda sem nome, se passará “milhares de anos” antes dos eventos de “Game of Thrones”. “A série retrata o momento em que o mundo passa da Era dos Heróis ao seu pior momento. E uma coisa é certa: dos segredos terríveis da história de Westeros à verdadeira origem dos Caminhantes Brancos, aos mistérios do Leste, aos Starks da lenda... não é a história que achamos que conhecemos”.

No universo criado por Martin, a Era dos Heróis começou cerca de 10 mil anos antes dos eventos de “Game of Thrones”, e levou ao que é conhecido como Longa Noite – o inverno que perdurou por vários anos. Foi nesse período em que os Caminhantes Brancos surgiram, e os habitantes de Westeros travaram uma grande batalha contra eles.

Podem aparecer na série personagens como Bran, o Construtor, fundador da casa Stark e responsável pela construção da Muralha e de Winterfell; e Lann, o Esperto, fundador da casa Lannister.

A série, porém, ainda não deve vir tão cedo. Os executivos da HBO já declararam que uma série prequel só deve estrear um ano depois do final de “Game of Thrones”. Como a produção irá exibir sua oitava e última temporada no ano que vem, é seguro dizer que a derivada só deve chegar em 2020.

O novo projeto é importante para o futuro da HBO, que tem em "Thrones" sua principal série. Fenômeno internacional, a produção conquistou números impressionantes nos últimos anos. Só nos Estados Unidos, a sétima temporada foi vista por uma média de 23 milhões de espectadores. "Thrones" é também a série mais premiada da história do Emmy, o Oscar da TV americana, com 38 estatuetas

A HBO ainda não se pronunciou sobre as outras quatro séries derivadas que estão sendo desenvolvidas por nomes como Max  Borenstein ("Godzilla"), Brian Helgeland ("Los Angeles - Cidade Proibida"), Carly  Wray ("Mad  Men") e Bryan  Cogman (roteirista de longa data de "GoT"). No ano passado, porém, Martin disse achar improvável que todos os projetos fossem ao ar. 

D.B. Weiss e David Benioff, responsáveis por adaptar "Game of Thrones" para a telinha, não estão envolvidos nos novos projetos. Após o fim da atração, a dupla seguirá para a Disney, onde fará parte do universo "Star Wars"

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!