Topo

Geek

Vingadores: Entre homenagens e piadas, Downey Jr. rouba cena com discurso

Jesse Grant/Getty Images
Robert Downey Jr faz discurso antes do lançamento do filme dos Vingadores Imagem: Jesse Grant/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

24/04/2018 11h56

Robert Downey Jr., o Homem de Ferro dos Vingadores, foi o responsável por fazer o principal discurso no lançamento de “Guerra Infinita”, um evento de gala realizado nesta segunda-feira em Los Angeles. Entre aplausos e gargalhadas, ele brincou até com o presidente da Marvel, Kevin Feige.

Downey Jr. fez menção aos 19 filmes produzidos pela companhia. “Isso é um milagre. E se um de nós quisesse pegar os créditos por isso, seria uma heresia, uma blasfêmia”. Então, acrescentou: “Dane-se... De nada!”.

Apesar da graça, o ator também tomou alguns momentos para falar de coisas mais sérias, como sua batalha contra vícios que lhe custaram empregos mais cedo na carreira, mas também brincou no fim.

“Quero falar de passado, presente e futuro. Os últimos 30 anos para mim foram de dependência, depravação e de desespero... Também conhecido como ‘a preparação para ser ator’”, emendou ele. “O presente é um momento de glória para todos nós. E o futuro...? É sempre incerto. Mas olhando para estes amigos atrás de mim, parece que será brilhante.”

Downey Jr. também afirmou que não há competição dentro do Universo Cinematográfico da Marvel e classificou isso como um “incidente isolado” em Hollywod. “Nenhum de nós está competindo contra o outro. Estamos competindo um pelo outro - e por todos vocês.”

O ator também falou da importância do trabalho dos diretores, os irmãos Russo. “Interpretar um super-herói nesses filmes e dar certo te transforma em uma estrela. A menos que você queira ir além e ir para a direção. É algo crucial e extremamente perigoso. Você vira ferro ou pó.”

LEIA MAIS:

Sobre diversidade, ele lembrou as mulheres do set. “Agora, pelo menos metade é de mulheres. Fazer esses filmes exige tanto, que claramente é um papel para elas. É, essencialmente, uma gestação. E não sabemos fazer isso”, disse o ator, dirigindo-se aos homens no palco e completando com uma citação e gesto de Pantera Negra. “Wakanda comanda e com muita justiça. Wakanda para sempre!”.

Veja mais algumas declarações de Robert Downey Jr.

“O MCU é sobre igualdade. A ideia, por inteiro, é criar espaço para outros terem sucesso e superarem nossas expectativas. Os filmes são um convite para nos rendermos e amarmos. São uma metáfora de como o mundo deve ou pode ser - pelo menos um dia, se lutarmos por isso.”

“Quando eles falam do homem que começou tudo, é tudo por sua causa Jon (Favreau, diretor do filme original e a sequência). Você deu vida a isso.”

“Acho que este foi o melhor discurso já feito! Ou talvez eu esteja apenas muito emocionado e exausto”.

Com um sorriso e um aceno ao público, ele liberou os presentes para enfim assistirem ao aguardado filme. “Vingadores: Guerra Infinita” chega aos cinemas brasileiros nesta quinta-feira.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!