PUBLICIDADE
Topo

Novidades de Fresno, Sorriso Maroto e J Balvin; Ouça as músicas da semana

J Balvin, MC Livinho, Lucas (Fresno) e Caio Prado são os destaques da semana - Divulgação
J Balvin, MC Livinho, Lucas (Fresno) e Caio Prado são os destaques da semana Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

02/03/2018 17h57

Os fãs de rock podem respirar aliviados. Na semana em que Foo Fighters fez ressoar seus riffs pelo Brasil, boas novidades mostram que o gênero não está assim tão em baixa. Mas além dos sons de Jack White e Fresno, tem boas novas vindo também do pagode, do sertanejo e do funk -- todos eles mirando em músicas mais românticas.

A MPB também, sempre citada por quem critica a nova safra de artistas que fazem rebolar, chega com uma novidade: A voz potente e encorpada de Caio Prado em seu segundo disco solo.

Sorriso Maroto, “Chave e Cadeado”

O novo single do grupo começa com pegada romântica e cai em uma estrofe que lembra as sofrências de Marília Mendonça. O pandeiro mesmo só aparece na metade da música. A salada, aliada à boa voz do vocalista e a um refrão feito para grudar -- “Tem que respeitar, porque eu sou foda” -- explica um pouco como o Sorriso Maroto consegue ainda ser o grupo de pagode mais popular (o único?) em tempos de dominação sertaneja.

Zé Neto e Cristiano, “Status Que eu Não Queria”

Abraça seu copo de cerveja que essa é para sofrer. A dupla lançou nesta sexta (2) mais duas músicas do EP “Zé Neto e Cristiano Acústico”, que já tinha dado as caras com o sucesso “Largado às Traças”. As canções desse projeto farão parte do repertório do terceiro DVD, intitulado “Esquece O Mundo Lá Fora”, que será gravado no dia 29 de março, no Espaço das Américas, em São Paulo.

Mc Livinho, Gerex e Maejor, “Rebeca”

A romântica "Rebeca" já tinha sido lançada meses atrás com batida minimalista e o vocal R&B que faz de Livinho um cara sem igual no funk. A novidade aqui é a roupagem mais alinhada com a produção (um tanto clichê) americana e a presença de Maejor – sim, aquele mesmo amigo de Justin Bieber que faz o rap em “Vai, Malandra” de Anitta.

Caio Prado, “Xeque-Mate”

O talento de Caio circula por aí no YouTube há tempos, em registros de seus shows com o Não Recomendado, trio também formado por Daniel Chaudon e Diego Moraes. Com produção de Alê Siqueira (Tribalistas, Bebel Gilberto e Ana Carolina), seu segundo disco, “Incendeia”, é encorpado e mostra um artista de fôlego. Recomendável para quem insiste em dizer que bom mesmo era a MPB dos anos 1970 e 1980.

Jack White, “Over and Over and Over”

O melhor single do novo disco “Boarding House” é um rock direto que deve agradar em cheio as viúvas do White Stripes, embora Jack faça questão de temperar seu som com certo groove, percussão e um excêntrico coral no refrão. Perfeita para quem está sofrendo de abstinência pós-show do Foo Fighters.

Fresno, “Natureza Caos”

“Cadê o emo que aprendemos a admirar?”, perguntou um fã no Facebook da banda. O novo single dos gaúchos arealmente não parece em nada com o som que o fizeram estourar nos anos 2000. O bom vocal e um flerte maior (e mais maduro) com elementos eletrônicos garantem um single delicioso.

El Negro, "Cinza"

Quer mais rock? Os gaúchos do El Negro são uma ótima pedida com seu paredão de riffs. O clipe novo da banda demorou dois anos para ficar pronto porque usou o efeito de rotoscopia: cada segundo do vídeo é feito em cima de 24 fotos trabalhadas manualmente.

Drik Barbosa, “Melanina”

Você já ouviu Drik em “Mandume”, uma das principais faixas do segundo álbum de Emicida, "Sobre Crianças, Quadris, Pesadelos e Lições de Casa", e no ótimo disco do coletivo Rimas e Melodias. Agora é a vez da rapper brilhar solo. A primeira amostra do EP “Espelho”, a ser lançado ainda esse mês, vem cheio de ginga na pegada do afro beat, com participação de Rincon Sapiência e recados sagazes: “Me chamam de Kendricka Lamar”, ela pede.

Khaled, Jay Z, Beyoncé e Future, “Top Off”

DJ Khaled botou todo mundo para dançar ano passado com o megahit “Wild Thoughts”, cantado por Rihanna, e volta agora com uma parceria ainda mais estrelar. “Top Off” reúne Beyoncé, Jay Z e Future em uma batida bem mais pesada e 'gangsta'. A música estará no próximo disco do produtor, “Father of Asahad”.

J Balvin, “Ahora”

No domingo passado, a sensação latina divulgou uma nova música e a gente tem que confessar que é muito estranho ouvir Balvin sem a participação de Anitta. “Ahora” é a primeira música do colombiano após a dobradinha com a brasileira em “Downtown” e “Machika”.

Dennis DJ e Don Juan, “Vou Pegar”

MC Don Juan subiu de patamar no funk com “Amar Amei” e é com a mesma pegada irônica e sacana (mas lá no fundo carregada de dor de cotovelo), que o rapaz chega com o novo som, “Vou Pegar”, dessa vez sem Yuri Martins, o famoso produtor citado no hit anterior. Dennis DJ assume a produção e ganha citação do MC.