CarnaUOL

Centenário de Chacrinha fica fora do Carnaval 2017: "Uma pena", diz filho

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

20/06/2016 16h40

"Abelardo Barbosa, está com tudo e não está prosa". Se Chacrinha fosse vivo, certamente não estaria prosa. Admirador do Carnaval, o apresentador recebia com frequência escolas de samba em seu programa e fazia concursos de passistas. Isso sem falar das marchinhas "Maria Sapatão" e "Bota a Camisinha", que fez em parceria com João Roberto Kelly, que até hoje estão entre as mais tocadas nos dias de folia.

Em 2017, Chacrinha completaria 100 anos de vida no dia 30 de setembro. Leleco Barbosa, filho do apresentador pernambucano, se esforçou para prestar uma homenagem ao seu pai, ofereceu o enredo do seu centenário a algumas escolas de samba do Rio de Janeiro e São Paulo, mas, por falta de dinheiro, o tema ficará de fora do Carnaval no próximo ano.

Reprodução/Canal Viva
Chacrinha em seu programa especial de Carnaval que foi ao ar em 1988 Imagem: Reprodução/Canal Viva


A Beija-Flor de Nilópolis se interessou pelo enredo "Pernambuco, filho da terra. Abelardo Barbosa, a Beija-flor está com tudo e não está prosa"  e Leleco viajou até Pernambuco e se reuniu com o vice-governador Raul Henry em busca de patrocínio para o desfile da escola carioca.

"Infelizmente não conseguimos viabilizar patrocínio já que o estado de Pernambuco, como os estados do país, está passando por um momento muito delicado. Realmente é uma pena que nosso Velho Guerreiro nunca tenha sido enredo de nenhuma escola de samba. O dia dele vai chegar, tenho certeza, pela importância que representou na comunicação deste país", disse Leleco ao UOL.

Além da Beija-Flor, uma outra escola do grupo de acesso carioca e a Acadêmicos do Tucuruvi, de São Paulo, também ficaram interessadas em homenagear o apresentador, mas esbarram no mesmo problema de falta de verba.

"É uma pena. Só falta isso pra coroar a carreira dele. Todo ano ele é homenageado de uma escola de samba, mas nunca foi enredo. A única vez que ele desfilou numa escola de samba foi em 1987, na Império Serrano, que fez o enredo, 'Quem não se comunica, se trumbica', que era sobre a frase dele. O papai gostava muito de Carnaval".

Reprodução/Youtube
Ao lado de Elke Maravilha, Chacrinha desfila na Império Serrano em 1987 Imagem: Reprodução/Youtube


Na sexta-feira (17), a Beija-Flor divulgou que seu enredo em 2017 será: "A Virgem dos Lábios de Mel - Iracema", de José de Alencar.

Fora da Sapucaí, o centenário de Chacrinha não passará despercebido no Carnaval. Ele será homenageado pela Banda de Ipanema e Banda da Barra no Rio de Janeiro. Além disso, no segundo semestre de 2017, o filme sobre Chacrinha, com direção executiva de Boni, será lançado. Stepan Nercessian interpretará o Velho Guerreiro e Paolla Oliveira será Elke Maravilha.

"O Guel Arraes também vai ser o responsável pela minissérie de quatro capítulos exibida na Rede Globo. O musical do Chacrinha, que foi recorde de público durante oito meses no Rio e em São Paulo, vai novamente se apresentar em sete cidades no Norte e  Nordeste. O Velho Guerreiro continua mais vivo do que nunca no coração do povo brasileiro", contou o filho do apresentador.

Chacrinha fez muito sucesso na TV, desde que começou, em 1958 até 1988. Em seu programa, foram revelados vários artistas e bandas nacionais. Com figurino extravagante, Chacrinha lançou bordões e animava a plateia arremessando bacalhau e frutas.

O apresentador morreu no dia 30 de junho de 1988, de infarto do miocárdio e insuficiência respiratória.  Ele estava com câncer no pulmão.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
Agência Estado
Estadão Conteúdo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Agência Estado
Agência Estado
do UOL
do UOL
do UOL
redetv
do UOL
Agência Estado
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Colunas - Flavio Ricco
do UOL
do UOL
Agência Estado
do UOL
TV e Famosos
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
TV e Famosos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
Topo