Livros e HQs

Ferreira Gullar toma posse na ABL e agradece a José Sarney

Erbs Jr./Folhapress
09.out.2014 - Alberto Venâncio Filho, Domício Proença Filho, Antônio Carlos Secchin e Zuenir Ventura cumprimentam Ferreira Gullar (primeiro da esq para dir), que foi eleito imortal na ABL (Academia Brasileira de Letras), no Rio Imagem: Erbs Jr./Folhapress

Claudia Dias

Do UOL, no Rio

05/12/2014 21h56

Aplaudido de pé por seus pares, familiares e amigos, Ferreira Gullar entrou no Salão Petit Trianon, da Academia Brasileira de Letras, precisamente às 21h, dando início à cerimônia de sua posse na cadeira de n 37, que foi anteriormente ocupada pelo também poeta Ivan Junqueira, falecido em julho deste ano. A cerimônia contou com a presença de Claudia Ahimsa e Luciana Aragão Ferreira Gullar, esposa e filha do poeta, além da viúva de Ivan Junqueira, Cecília Costa Junqueira e personalidades como o senador paulista José Serra, o acadêmico recém-eleito Zuenir Ventura, o escritor Ziraldo e a atriz Fernanda Montenegro, entre outros.

“É uma emoção imensa. Nós, que sabemos o percurso dele desde a infância. O filho de um verdureiro em São Luis do Maranhão, que passou por tudo o que ele passou, vindo para o Rio de Janeiro morar em pensionato, sem ter jamais cursado uma faculdade, passando pelo exílio... É muito bonito assistir a essa vitória e esse reconhecimento”, afirmou a filha de Gullar.

A atriz Fernanda Montenegro também fez questão de homenagear o poeta. “Estou aqui porque é uma grande festa. É uma louvação a um grande brasileiro, um homem que tem uma vida impoluta, que viveu a política na sua melhor perspectiva, e um poeta extraordinário”, afirmou a grande dama da televisão.

Já Ziraldo enfatizou o tempo em que Gullar evitou concorrer à uma cadeira na ABL. “Nunca se fez tanta justiça como na eleição de Ferreira Gullar. Tem outros como ele aí fora, que ainda se recusam a vir para cá, mas ele acabou se convencendo de que era hora dele vir e isso honra muito a academia. É uma forma de oficializar a glória que ele já tem. É na obra que fica a imortalidade do artista. Ela existiria com ou sem a academia, mas com o reconhecimento de seus pares, fica melhor. Eu fui um dos que mais incentivou ele a vir para cá”, disse.

Já no púlpito, em seu discurso, além de agradecer a presença de toda a família - "apenas as bisnetas não estão aqui", o poeta agradeceu a participação dos acadêmicos em sua eleição e o apoio à sua candidatura. "É com enorme alegria que assumo a honrosa condição de membro da Academia Brasileira de Letras. Agradeço a generosidade dos que votaram em apoio à minha candidatura, aceitando-me como seu companheiro nesta casa a que já pertenceram e pertencem nomes altamente significativos da nossa literatura e da nossa cultura. Agradeço particularmente a alguns companheiros que durante anos, pela amizade que me tinham, insistiram incansavelmente para que eu me candidatasse, como Eduardo Portella, José Sarney e outros, além de amigos que já se foram, como o próprio Ivan Junqueira, a quem tenho a honra, mas não a alegria de substituir", discursou.

Ferreira recebeu a espada das mãos do decano da ABL, José Sarney. O acadêmico Eduardo Portella passou o colar da academia ao novo acadêmico e Ana Maria Machado foi a responsável pela entrega do diploma. Como é de praxe, ele escolheu o acadêmico Antônio Carlos Sechin para fazer o discurso de recepção na academia. Em suas palavras, Sechin falou sobre a adolescência de Ferreira Gullar, lembrando uma redação feita em 1945, na qual uma professora tirou 0,5, por conta de dois erros de português. “Hoje, 69 anos depois, a academia, simbolicamente, restitui aquele meio ponto que a professora subtraiu na redação de 1945. Aqui, sem dúvida, fostes acolhido com a nota máxima”, brincou. 

Eleição fácil

Por 36 votos a favor e um nulo, o escritor Ferreira Gullar foi eleito na tarde de 9 de outubro o novo imortal da ABL (Academia Brasileira de Letras). Na sessão, que aconteceu na sede da instituição no Rio, estavam presentes 19 acadêmicos, e outros 18 votaram por correspondência.

Poeta, crítico de artes e dramaturgo de 84 anos, Gullar é o novo titular da cadeira 37, ocupada anteriormente por Ivan Junqueira, que morreu no dia 3 de julho. Favorito, ele concorria com José William Vavruk, o escritor e historiador José Roberto Guedes de Oliveira, e o poeta Ademir Barbosa Júnior.

"Ele disse que vai ficar muito feio no fardão, mas todos nós ficamos com cara de periquito", brincou o historiador Alberto da Costa e Silva, que há 14 anos ocupa a Cadeira 9. "Eu já me acostumei ao fardão,  mas sofro nos dias de verão".

Ferreira Gullar, na opinião do historiador, é "um grande poeta, o maior da minha geração", disse ele ao UOL. "Ele não queria, mas acabou cedendo e entrando à casa de Machado de Assis e Joaquim Nabuco".

"Sempre que escolhemos um companheiro na casa é um momento de alegria.  Ele não deu entrada antes porque não quis, foi culpa dele", disse Nélida Piñon. "A Academia acolheu com alegria a inscrição dele. Hoje ele quis e ganhou. Não foi difícil, ao contrário, foi facílimo".

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
Página Cinco
Blog do Maurício Stycer
Página Cinco
Página Cinco
AFP
do UOL
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Da Redação
Da Redação
Da Redação
Página Cinco
Da Redação
Da Redação
Página Cinco
Da Redação
Página Cinco
AFP
do UOL
Da Redação
AFP
Página Cinco
Página Cinco
AFP
Página Cinco
UOL Cinema - Imagens
Reuters
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Chico Barney
AFP
Página Cinco
BBC
Da Redação
Da Redação
Da Redação
Da Redação
Da Redação
Da Redação
do UOL
Página Cinco
Da Redação
Página Cinco
Página Cinco
do UOL
Página Cinco
Página Cinco
EFE
Topo