Livros e HQs

Roberto Carlos diz que não vai tomar medidas contra livro de seu biógrafo

Divulgação
Capa de "O Réu e o Rei", novo livro de Paulo Cesar de Araújo Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

30/05/2014 15h58

A assessoria de imprensa de Roberto Carlos divulgou nesta sexta-feira (30) nota assinada pelo advogado do cantor, Marco Antonio Bezerra Campos, afirmando que Roberto não vai tomar providências judiciais contra "O Réu e o Rei", novo livro de Paulo César de Araújo, que repassa a polêmica da proibição de "Roberto Carlos em Detalhes". A biografia foi retirada do mercado em 2007, depois de um acordo judicial.

Segundo o comunicado, Roberto Carlos não vai tomar "qualquer medida jurídica" em relação a "O Réu e o Rei" por "o livro não ser uma biografia sua, mas uma autobiografia do autor", e, "ao contrário do livro anterior, não conter invasão de sua privacidade e/ou injurias ou difamações a sua pessoa".

A nota afirma ainda que "Roberto Carlos em Detalhes" "não foi censurado ou apreendido, mas saiu do mercado em face de um acordo judicial, irrevogável e definitivo, assinado espontaneamente pelo autor do livro, o editor e a editora".

Na época, Roberto Carlos e seus advogados desistiram da ação contra Araújo e a editora Planeta em troca de recolher o estoque do livro.

Depois do anúncio de Roberto Carlos, a Companhia das Letras, que lançou "O Réu e o Rei", também emitiu nota oficial, afirmando que considera o livro "um marco na história da luta pela liberdade de expressão no Brasil, e em particular da luta pela liberdade de publicação de biografias e livros que retratem a história do nosso país". O comunicado diz também que a editora, "como todos os editores", aguarda "agora que o Senado dê continuidade à tramitação do Projeto da nova Lei das Biografias".

"O Réu e o Rei" é um relato pessoal de Araújo desde quando tinha 4 anos e ouviu pela primeira vez "Quero Que Tudo Mais Vá Pro Inferno". A relação emocional com o Rei é reconstruída em uma análise musical profunda da obra e da trajetória do menino pobre de Cachoeiro de Itapemirim (ES). No esforço em reconstruir as armadilhas do processo jurídico que enfrentou, volta a pincelar fatos polêmicos na vida do cantor, como o acidente que o deixou sem uma perna e casos amorosos com Sonia Braga e Maysa.

Em entrevista ao UOL no lançamento do livro, Araújo disse não acreditar em uma reação de Roberto Carlos após a discussão midiática sobre o tema das biografias não-autorizadas no ano passado e a aprovação pela Câmara do projeto de Lei que garante a publicação de biografias sem autorização prévia. Assim que a lei for sancionada, ele quer recolocar "Roberto Carlos em Detalhes" nas prateleiras. "Meu livro será o último livro proibido no Brasil e Roberto será o último censor do Brasil. É um título que ele não merece".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Da Redação
Página Cinco
EFE
do UOL
Página Cinco
Página Cinco
Da Redação
Página Cinco
Da Redação
Da Redação
Página Cinco
Página Cinco
UOL Jogos
Página Cinco
Página Cinco
Da Redação
Página Cinco
Página Cinco
Da Redação
Página Cinco
Página Cinco
UOL Jogos
Da Redação
do UOL
Página Cinco
UOL Entretenimento - Imagens
Página Cinco
EFE
Página Cinco
Blog do Barcinski
Página Cinco
UOL Jogos
Página Cinco
do UOL
Página Cinco
do UOL
Da Redação
Página Cinco
AFP
do UOL
Página Cinco
Da Redação
EFE
Página Cinco
Da Redação
Blog do Barcinski
Página Cinco
Reuters
Da Redação
BBC
Página Cinco
Topo