PUBLICIDADE
Topo

Concurso na Flórida reúne mais de 100 sósias de Ernest Hemingway

Imagem cedida pelo Florida Keys News Bureau mostra competidores do "Papa" Hemingway Look-Alike Contest, ou Concurso de Sósias de "Papa" Hemingway, que ocorre anualmente na Flórida. Os rounds ocorrem no Sloppy Joe"s Bar, na cidade de Key West - AFP PHOTO / Florida Keys News Bureau / Andy NEWMAN
Imagem cedida pelo Florida Keys News Bureau mostra competidores do "Papa" Hemingway Look-Alike Contest, ou Concurso de Sósias de "Papa" Hemingway, que ocorre anualmente na Flórida. Os rounds ocorrem no Sloppy Joe's Bar, na cidade de Key West Imagem: AFP PHOTO / Florida Keys News Bureau / Andy NEWMAN

Do UOL, em São Paulo*

19/07/2013 13h10

Desde a quinta-feira (18), o Sloppy Joe's Bar, localizado na cidade de Key West, na Flórida, recebe mais uma edição de um concurso que elege o melhor sósia do escritor norte-americano Ernest Hemingway (1899-1961).

O concurso, intitulado "Papa" Hemingway Look-Alike Contest, já tem mais de 125 participantes registrados e faz parte do festival Hemingway Days, ou "Dias de Hemingway", que vai até o domingo. 

Segundo o site NPR, no ano passado, um advogado queria tanto participar do concurso que pediu a um juiz que adiasse um julgamento envolvendo assassinato. O juiz, no entanto, não foi simpático ao pedido.

Em junho deste ano, o 14º Colóquio Internacional dedicado ao autor de "O Velho e o Mar", que aconteceu no hotel Palácio O'Farrill, no centro histórico de Havana, reuniu mais de cem estudiosos, acadêmicos e admiradores de Hemingway, vindos de países como Estados Unidos, Canadá, Japão, Itália e República da Irlanda, debateram sobre a vida e obra dele.

Uma das novidades foi a presença seis "sósias" que, por conta da semelhança com o romancista, ganharam um concurso nos Estados Unidos. Eles provocaram a curiosidade de cubanos e turistas.

Gregory Fawcet, vencedor da competição de Key West em 2012, viajara pela primeira vez a Cuba para participar do programa de atividades teóricas e culturais do colóquio. Para ele, "Cuba é um lugar com o qual o escritor teve uma grande relação. Aqui, Hemingway escreveu alguns de seus romances e é muito interessante poder conhecer essa parte de sua vida".

*Com informações da AP