Entretenimento

Sósias de Hemingway vão a Havana para homenagem ao escritor

Raquel Martori

Havana

25/06/2013 09h14

 A imponente figura de Ernest Hemingway, multiplicada por seis "sósias" --que, por conta da semelhança com o romancista, ganharam um concurso nos Estados Unidos-- provoca a curiosidade de cubanos e turistas, enquanto os homens passeiam pelas ruas mais antigas da cidade de Havana, principalmente nos lugares que lembram o escritor norte-americano.

Esta foi uma das novidades do 14º Colóquio Internacional dedicado ao autor de "O Velho e o Mar", que aconteceu no hotel Palácio O'Farrill, no centro histórico de Havana, onde mais de cem estudiosos, acadêmicos e admiradores de Hemingway (1899-1961), vindos de países como Estados Unidos, Canadá, Japão, Itália e República da Irlanda, debateram sobre a vida e obra dele.

Os norte-americanos Wally Collins, Stephen Terry, Gregory Fawcet, Thomas Mitchell, Edward Barry e Far Torrell são os sósias que exibiram com orgulho a grande semelhança com o renomado escritor e jornalista, quando este já tinha quase 60 anos.

"Realmente estou aqui só para participar dos quatro dias do Colóquio em Havana, o que me parece uma excelente oportunidade", disse Fawcet à Agência Efe, durante visita aos bares dos restaurantes "La Bodeguita del Medio" e "El Floridita", dois lugares onde Hemingway deixou sua marca em Havana.

Visita pelos bares
Em "La Bodeguita", Fawcet e seus companheiros experimentaram um dos drinques mais emblemáticos da ilha, o mojito --uma bebida preparada com rum, açúcar, limão, menta ou hortelã, água mineral e gelo-- ao som de um grupo musical que tocou músicas tradicionais cubanas.

O tour continuou no famoso "El Floridita", onde Hemingway ia quase todos os dias para beber seu coquetel favorito: o daiquiri, feito com rum branco, batido com suco de limão e gelo frappé. Nesse restaurante, os sósias provaram a bebida e tiraram fotos com a escultura de bronze em tamanho real de Hemingway. "Meu daiquiri, no Floridita", Hemingway costumava dizer.

A ele é atribuída uma das mais famosas variações do daiquiri disponíveis no estabelecimento: o "papa Hemingway", que, ao contrário da receita original, não tem açúcar e leva suco de toranja, licor marrasquino e uma dose dupla de rum, além do suco de limão.

Sósia vencedor
Fawcet foi o vencedor do tradicional concurso de sósias de Hemingway em Key West (Flórida) em 2012, e agora viajou pela primeira vez a Cuba para participar do programa de atividades teóricas e culturais do colóquio. Para ele, "Cuba é um lugar com o qual o escritor teve uma grande relação. Aqui, Hemingway escreveu alguns de seus romances e é muito interessante poder conhecer essa parte de sua vida".

Um dos lugares que mais queria visitar era "Finca Vigía", a casa de Hemingway na ilha --que agora é um museu--, onde o escritor passou longas temporadas durante mais de 20 anos, até pouco antes de se matar com um tiro aos 61 anos de idade em Ketchum (Idaho), no dia 2 de julho de 1961.

A presidente do Comitê Organizador do Colóquio e diretora da Casa-Museu, Ada Rosa Alfonso, disse à Efe que a presença dos sósias conferiram um "encantamento especial e um atrativo" ao evento que este ano contou com a maior participação de americanos, mais de 40.

Entre eles, Ada Rosa destacou especialistas como Douglas Prade, professor da Universidade do Texas; Susan Wrynn, responsável pela coleção Hemingway da Biblioteca John F.Kennedy; Sandra Spanier; Walter Newman, ex-diretor de restauração e conservação de documentos do Centro Andover, em Massachusetts; e Steve Paul, editor do Kansas City Star, que falará sobre o início da carreira do escritor durante o evento.

Alfonso avaliou os trabalhos do primeiro dia do colóquio como "altamente interessantes e construtivos", e destacou as novas atividades do programa como o segundo encontro de organizações Hemingway do mundo do qual participam o projeto "Cartas" e "Hemingway em Cena".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo