Topo

Entretenimento

Presidente da ABL diz que Lêdo Ivo tinha "vitalidade assombrosa"

EFE
O escritor e poeta Lêdo Ivo, que morreu aos 88 anos Imagem: EFE

Do UOL, em São Paulo

23/12/2012 12h50

A presidente da ABL (Academia Brasileira de Letras), Ana Maria Machado, lamentou a morte do escritor Lêdo Ivo e disse que ele "gozava de uma vitalidade assombrosa". O poeta morreu na madrugada deste domingo (23), aos 88 anos, na cidade espanhola de Sevilha, onde passaria o Natal com a família.

"Poeta e ficcionista versátil, de obra variada que abarcava vários gêneros, Lêdo Ivo gozava de uma vitalidade assombrosa para seus quase 90 anos e sua saúde frágil", disse Ana Maria em comunicado. "Falava alto, gostava de comer bem, se esmerava em contar histórias divertidas. Nos últimos tempos, essa disposição estava sendo comprovada o tempo todo, nas sucessivas viagens que se multiplicavam, fossem para participar de festivais internacionais de poesia, fossem para receber homenagens no exterior, sobretudo nos países de língua hispânica".

Ao tomar conhecimento da morte, Ana Maria Machado determinou que a bandeira da Academia fosse hasteada a meio mastro, e convocou para o dia 10 de janeiro uma sessão acadêmicca  extraordinária.

Lêdo Ivo sofria de câncer de próstata e passou mal durante um jantar. Ele chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu e morreu no caminho. "Ele estava na cidade de férias, onde ia passar o Natal com alguns familiares e retornaria na próxima semana a Maceió para cumprir seus compromissos de trabalho", disse à EFE a sobrinha do escritor, Laudicéia Eurídice Ivo.

Segundo a sobrinha do escritor,  familiares e amigos estão se mobilizando para fazer uma missa no Rio de Janeiro e outra em Maceió. O governador de Alagoas, Teotonio Vilela Filho, decretou luto oficial de três dias.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento