Topo

Entretenimento

Grafite de Banksy é vendido por R$ 543 mil em Londres

AFP PHOTO/JUSTIN TALLIS
Quadro "Love is in the Air", do grafiteiro Banksy que foi leiloado pela galeria Bonham, em Londres Imagem: AFP PHOTO/JUSTIN TALLIS

De Londres (Reino Unido)

27/06/2013 15h41Atualizada em 27/06/2013 16h35

Uma icônica obra do grafiteiro britânico Banksy, "Love is in the Air", foi vendida nesta quinta-feira (27) em um leilão na casa Bonhams, em Londres, por 163 mil libras (R$ 543 mil). A estimativa inicial era de que a peça fosse vendida por 100 mil libras.

Trata-se de uma de suas obras mais conhecidas, protagonizada por um manifestante posicionado para lançar um ramo de flores como se fosse um coquetel molotov, que foi criada em 2006.

A peça foi assinada por Banksy e é acompanhada de um certificado de autenticidade, explicou Bonhams.

Este ano, dois outros leilões já ofereceram peças do grafiteiro por altos valores. No início de junho, a obra "Trabalho escravo (Menino Costureiro)" foi vendida em Miami por US$ 1,1, milhão depois de ser retirada sem autorização de um muro no norte de Londres. Em abril, as peças "Monkey Detonator" e "Kids On Guns Hill  foram vendidas por US$ 213 mil e US$ 115 mil, respectivamente, em um leilão de artistas de rua na casa Bonhams, em Londres. 

O mistério que envolve a figura de Banksy, assim como o contundente mensagem de seus grafites que se transformaram em ícones anticapitalistas, aumentaram o interesse e a cotação por suas obras que, paradoxalmente, se transformaram em peças de colecionadores.

A casa londrina, assim como a Christie's e a Sotheby's anterioremente, realizou hoje um leilão de arte contemporânea com obras de autores como Gilbert & George, Damien Hirst, Keith Haring e David Hockney, no qual a obra de Banksy era a grande estrela.

No entanto, a peça que alcançou a maior cotação foi um quadro de Chu Teh-chun, "Abstraction Neige III" (1985), avaliado em 289 mil libras (R$ 963 mil).

Mais Entretenimento