PUBLICIDADE
Topo

Obra de Portinari é leiloada por US$ 1,4 milhão em Nova York

Detalhe de "Meninos Soltando Pipas", de Portinari - Divulgação
Detalhe de "Meninos Soltando Pipas", de Portinari Imagem: Divulgação

29/05/2013 23h07

A obra "Meninos Soltando Pipas", do pintor paulista Cândido Portinari (1903-1962), foi vendida nesta quarta-feira (29) em Nova York por US$ 1,4 milhão e alcançou um recorde de venda para o artista em um leilão de arte latino-americana realizado pela casa Christie's.

"A arte brasileira tem uma grande demanda mundial e muitos olhos estão postos sobre ela. Sempre está muito bem representada em nossas vendas, mas agora ainda mais", destacou à Agência Efe o especialista de arte da Christie's, Virgilio Garza.

Neste leilão, que entre hoje e amanhã oferecerá 300 lotes, os artistas brasileiros estão representados em um total de 40 obras, com estilos que abrangem desde o período clássico ao contemporâneo.

Na obra de Portinari, de 1941, o artista retrata quatro crianças com suas pipas e brinca com as cores fortes dos personagens, que contrastam com a paisagem de fundo.

O valor de US$ 1,4 milhão supera o recorde alcançado por uma obra do brasileiro em leilões, que até o momento era de "Navio Negreiro", pela qual um comprador pagou US$ 1,1 milhão no último mês de maio.

Durante o leilão também foram vendidas as obras "Fachada" e "Bandeirinhas e Mastro" do também paulista Alfredo Volpi, por US$ 783.750 e US$ 507.750 respectivamente.

A atenção dos colecionadores também se centrou na monumental escultura de bronze "Bailarines" do colombiano Fernando Botero, vendida por US$ 1,1 milhão.

Outra das peças destacadas foi "Mulheres com Frutas", uma das obras que melhor captura a estética do mexicano Alfredo Ramos Martínez (1871-1946), que também alcançou US$ 1,1 milhão.