Topo

Coluna

Chico Barney

Belo precisa retomar seu lugar no trono da música pop brasileira

Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

01/01/2018 04h00

Belo lançou um disco por ano desde o começo de sua carreira solo. Nem mesmo os 4 anos de confinamento forçado deixaram o cantor longe da labuta. As coisas mudaram: estamos desde 2014 sem um novo álbum.

Não à toa, o marido de Gracyanne Barbosa vem acumulando manchetes apenas por boatos em relação a problemas financeiros, além de outras fofocas e intrigas. Uma pena que tão relevante artista popular tenha que passar por isso.

Eis que um novo single chegou às rádios e plataformas digitais em março do ano passado. “Você e Eu” foi o mais eloquente esforço de Belo longe dos quintais do pagode. Infelizmente não logrou sucesso: sequer ficou entre as 100 mais tocadas do ano e acumulou apenas 4 milhões de views no “áudio oficial” no YouTube. Também não mereceu um clipe ou versão ao vivo, práticas recorrentes na trajetória do poeta de voz aveludada.

Sabe-lá por quais problemas o cantor está passando em sua vida pessoal. Mas está evidenciado que são questões que vem afetando sua carreira.

A primeira edição da Coluna Chico Barney, ainda em abril de 2017, celebrava Belo como o único sucessor possível em uma eventual aposentadoria de Roberto Carlos. Ainda acredito nesse sonho, mas é fundamental que Marcelo Pires Vieira retorne logo para o braço dos fãs e o aconchego das paradas de sucesso.

Ficamos na expectativa de que o ano que se inicia hoje traga ótimas notícias sobre Belo. Voltamos a qualquer momento com novas informações.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!